Ptose Mamária: tudo sobre os graus de flacidez e quando fazer um retoque de mastopexia!


 ptose mamaria
Tudo sobre ptose mamária e reparo do lifting de mama!

 

 

Se você tem um grau elevado de ptose mamária, provavelmente tentou inúmeras alternativas antes de se render ao único tratamento que funciona para reduzir a ptose: a cirurgia de Mastopexia.

 

Ao longo da sua trajetória, talvez algumas dúvidas tenham surgido. Por exemplo: “será que o resultado ficou bom?”, “mudou muito em relação ao antes?”, “não gostei tanto assim, posso fazer um reparo da mastopexia?”. 

 

Apesar de raro, insatisfações e inseguranças quanto ao resultado da cirurgia podem surgir.

 

E a melhor forma de entender quais são os seus direitos é buscando informação.

 

Assim, você já sabe o que esperar e como não ser enganada.

 

Neste texto você vai encontrar as respostas para todas as suas perguntas. O primeiro passo é entender o que é ptose mamária e como ela influencia no diagnóstico da mastopexia e num futuro retoque.

 

Somos a Dream Plastic, Clínica de Cirurgia Plástica Especializada de São Paulo.

 

Este texto foi escrito com base no conhecimento da nossa equipe médica especialista.

 

Confira:

 

 

 

O que é Ptose Mamária?

 

A ptose mamária é o termo técnico que define o grau de flacidez dos seios. O qual é indicado pela análise da posição da aréola, em relação ao sulco inframamário, aquela dobrinha que se localiza abaixo da mama. Quanto mais abaixo do sulco mamário está a projeção da aréola, mais flácida a mama é.

 

pseudoptose mama
Conheça os graus de queda dos seios!

 

Apesar de haver alguns testes caseiros que podem indicar qual é o seu grau de ptose mamária, apenas um cirurgião plástico especialista vai te entregar um diagnóstico exato.

 

Conheça a seguir cada um dos níveis de flacidez da mama.

 

Graus de Ptose Mamária

 

Existem 4 graus de ptose mamária e a pseudoptose.

 

No infográfico abaixo explicamos cada detalhe:

 

 

Relação entre a ptose mamária e a cirurgia de mastopexia

 

O objetivo da mastopexia é reduzir o grau de ptose mamária. Por exemplo, mulheres com grau 4 podem chegar ao 3, do 3 ao 2, do 2 ao 1 e do 1 a pseudoptose da mama.

 

Em alguns casos, é possível fazer a redução em uma escala maior, por exemplo, uma redução de 2 graus. Tudo vai depender da qualidade da pele da paciente e do grau de flacidez no pré-operatório.

 

É muito difícil reduzir um grau muito alto de ptose para um grau zero. Você deve discutir suas expectativas com o cirurgião plástico, para ver quais resultados o seu corpo pode alcançar.

 

Ptose Mamária e a redução de seios

 

Vale ressaltar, que essa dinâmica se aplica a cirurgia de Mamoplastia Redutora e Gigantomastia também.

 

Uma vez que, nestas, o objetivo principal é reduzir o tamanho dos seios. E, consequentemente, levantá-los.

 

Já que o peso da mama a força para baixo, deixando-a caída.

 

Agora que explicamos essa relação, entenda melhor quando se faz necessário um reparo na mastopexia.

 

Quando é necessário fazer um retoque da mastopexia?

 

O retoque na mastopexia é necessário quando há alguma intercorrência no período pós-operatório, ou quando o seu resultado fica muito abaixo do que seria o seu potencial.

 

reparo mastopexia
Pensando em mudar algo na sua cirurgia plástica?

 

O que queremos dizer é que o resultado da paciente deve ser comparado com o resultado que o corpo dela era capaz de alcançar.

 

Se ela achar que não foi retirada pele suficiente, mas era o que dava para o cirurgião plástico fazer, não tem jeito.

 

Neste tópico, vamos nos concentrar em quando a paciente acha que não houve o levantamento suficiente da mama. E a seguir falamos um pouco mais sobre as possíveis intercorrências.

 

Na grande maioria das vezes, o reparo na mastopexia ou mamoplastia redutora, não ocorre por erro médico.

 

Dado que o profissional trabalha com a “matéria prima disponível”, ou seja, a estrutura do corpo da paciente. Seus resultados são direcionados pelo grau de flacidez antes da cirurgia.

 

Portanto, como explicamos no início do texto, o seu resultado é a diferença entre o antes e depois da cirurgia.

 

E nem sempre é possível alcançar o grau 0 de ptose mamária, podendo acontecer de, por isso, a paciente achar que não foi retirada flacidez suficiente.

 

O cirurgião plástico vai reduzir a ptose, de acordo com o que o seu corpo permitir.

 

Logo, ao surgir esse tipo de questionamento, é necessário avaliar a evolução do seu resultado, ou seja, como era o antes (pré-operatório) e como ficou o depois (alta médica).

 

Pois esse é o compromisso do médico, melhorar o grau de ptose da mama. Como o antes e depois vai evoluir, depende totalmente do organismo da paciente.

 

Mas como avaliar com transparência?

 

assimetria apos mastopexia

 

Isso pode ser feito de uma maneira bem simples, mas poucas clínicas adotam essa conduta.

 

Para avaliar a necessidade de uma correção na mastopexia, basta registrar em fotos toda a evolução do corpo da paciente.

 

Isto é, tirar fotos das mamas desde o dia da primeira consulta de avaliação e manter esse sistema até a alta médica.

 

Dessa forma, a clínica e a paciente conseguem avaliar a mudança ao longo do tempo, notando a quantidade de pele que foi removida e quanto a mama levantou.

 

Como ter certeza que o cirurgião plástico fez o suficiente?

 

Já em relação ao cirurgião plástico, é preciso ter uma equipe médica à parte para avaliar o seu trabalho.

 

Afinal, apenas outro cirurgião plástico com experiência em mastopexia, pode dizer se foi feito o melhor que poderia ser feito.

 

A Dream Plastic criou um sistema único que une registrar em fotos todas as visitas da paciente e uma equipe de ouvidoria, formada por profissionais da clínica, incluindo cirurgiões e anestesistas, para avaliar e mediar impasses entre médico e paciente.

 

Assim, você conta com as suas fotos de antes e depois e uma terceira opinião, que vai avaliar, imparcialmente, o trabalho do cirurgião plástico.

 

Entretanto, cada clínica tem uma conduta diferente em relação ao retoque de cirurgias plásticas.

 

Como quando é possível realizar, se precisa pagar, entre outras coisas. Na dúvida, entre em contato com o consultório para se informar melhor.

 

Conheça as possíveis causas do reparo na Mastopexia

 

reparo cicatriz mastopexia
5 motivos que podem causar o retoque da cirurgia de mamas caídas!

 

Agora que você já entendeu melhor como avaliar se o seu resultado está dentro do esperado, em relação ao que o seu corpo poderia alcançar, vamos analisar alguns casos nos quais as pacientes costumam buscar uma correção na  mastopexia.

 

Assimetria após Mastopexia

 

Nenhuma mama é completamente simétrica. Para você ter uma ideia, todo o nosso lado esquerdo do corpo é diferente do direito.

 

Logo, se você tinha algum grau de assimetria antes da cirurgia, ele vai permanecer no resultado, em algum nível.

 

Isso porque, quando a paciente passa em consulta, o cirurgião avalia o corpo e, caso exista um grau de assimetria muito perceptível, ele vai tentar reduzi-la.

 

É impossível eliminar assimetria mamária completamente

 

Por exemplo, na cirurgia de mastopexia com prótese, o médico vai retirar flacidez e colocar implantes de silicone. Para reduzir a assimetria, serão colocados tamanhos de próteses diferentes.

 

As mamas ficarão com o tamanho semelhante e uma assimetria bem discreta, daquelas que só se vê se prestar muita atenção, mas nunca ficarão iguais.

 

Buscar um retoque da mastopexia por assimetria, só é válido quando a assimetria fica mais evidente do que no antes da cirurgia. Isto é, ela piorou!

 

Mais uma vez, registrar em fotos toda a evolução é essencial para ter clareza, evitando desentendimentos.

 

Saiba mais sobre a assimetria mamária AQUI!

 

Reparo de cicatriz na Mastopexia

 

Intercorrências com a cicatriz podem acontecer em qualquer cirurgia plástica.

 

E não se trata de um erro médico, mas sim da predisposição genética, de patologias que podem estar associadas, e da quebra de uma regrinha muito importante do pós-operatório: a de não realizar esforço físico.

 

Qualquer tipo de esforço físico, como carregar bebês no colo ou limpar a casa, pode forçar os pontos a se abrirem no pós-cirúrgico recente.

 

Outros fatores que interferem na abertura dos pontos são o nível de glicemia alto e o tabagismo.

 

Já os queloides e cicatrizes hipertróficas são questões genéticas, se você já teve alguma vez na vida, tem a pele negra ou é asiática, tem maiores chances de ter.

 

Caso você tenha alguma intercorrência relacionada a isso, o cirurgião plástico vai te orientar e fazer o retoque da cicatriz durante o pós-operatório. Geralmente, é algo tranquilo.

 

Saiba mais sobre a cicatriz da mastopexia!

 

A ptose mamária voltou após a mastopexia

 

mastopexia pode cair
Será que as mamas podem cair depois da cirurgia?

 

Se você se questiona se após a mastopexia os seios podem cair, a resposta é sim! E, mais uma vez, não se trata de erro médico.

 

Isso porque a queda das mamas é influenciada por fatores que independem da técnica cirúrgica.

 

E que estão relacionadas ao que gerou a flacidez mamária antes do procedimento, são eles:

 

  • Gravidez;
  • Ação da gravidade;
  • Uso de sutiãs de má qualidade;
  • Má qualidade da pele;
  • Implantes de silicone maiores do que a pele suporta (no caso da mastopexia com silicone);
  • Dieta pobre em proteínas e fibras.

 

Todos esses fatores fazem com que a pele perca a firmeza proporcionada por nutrientes como o colágeno, elastina e ácido hialurônico.

 

As quais são produzidas naturalmente pelo corpo, em menor quantidade com o passar dos anos.

 

Se a sua mastopexia caiu, o mais indicado é descobrir a causa e corrigi-la, pois, caso você realize outra cirurgia, as mamas podem cair novamente.

 

Nesse caso, posso fazer um retoque da mastopexia?

 

Como não se trata de um erro médico, e sim dos fatores mencionados acima, que são naturais e influenciam todo ser humano, não é feito um reparo da mastopexia, mas sim uma mastopexia secundária.

 

Esse é o nome técnico dado para a cirurgia de levantamento de seios quando ela é feita novamente, a partir de uma anatomia que já foi alterada.

 

Vale ressaltar, que é muito incomum que a mama volte a cair a curto prazo, ou seja, depois de alguns meses.

 

Na nossa experiência, isso acontece em menos de 1% dos casos.

 

Contratura e rejeição: reparo após mastopexia com prótese

 

retoque mastopexia protese
Entenda o que é a contratura e a rejeição do silicone!

 

A contratura ou rejeição da prótese pode acontecer quando é realizada a mastopexia com implante de mama e o organismo enxerga o silicone como um corpo estranho e tenta expulsá-lo.

 

Não se trata de um erro do cirurgião ou da paciente, e pode acontecer com qualquer pessoa.

 

Nesse caso, é feito o reparo da mastopexia e o implante é trocado ou removido.

 

Entenda melhor o que é a contratura da prótese e as chances de dar rejeição do silicone!

 

Retoque de intercorrência após a mamoplastia

 

Hematomas podem surgir após a mastopexia, quando a paciente realiza esforço físico fora do período combinado com o cirurgião plástico, gerando o rompimentos dos vasos sanguíneos.

 

Nesse caso, a correção é feita com a drenagem do hematoma.

 

Já a necrose, é um risco presente, em especial, na cirurgia de gigantomastia, quanto as mamas são realmente gigantes e a paciente quer uma redução acentuada.

 

Pois, quanto mais gordura e pele é eliminada, maiores são as chances do complexo areolopapilar dobrar e gerar necrose na aréola.

 

Esse risco pode ser evitado realizando a gigantomastia pela técnica de Torek ou apenas minimizando a redução do tamanho dos seios.

 

Caso ocorra, é realizado o tratamento na região necrosada, mas alguns danos podem ser permanentes.

 

Saiba mais sobre os riscos da mamoplastia e como evitá-los!

 

Depois de quantos dias é possível fazer o reparo da mastopexia?

 

Caso o reparo da mastopexia seja realizado por questões estéticas, de assimetria ou cicatriz, ele pode ser realizado entre 6 meses e 1 ano após a cirurgia. Já se a questão for uma intercorrência, o período vai depender do cirurgião plástico que acompanha o seu pós-operatório, podendo ocorrer antes dos 6 meses previstos para o organismo se recuperar da mastopexia.

 

A clínica pode cobrar pelo reparo em mamoplastias?

 

pagar retoque mastopexia
Entenda essa questão!

 

Depende, porque cada clínica tem uma conduta diferente quanto a isso.

 

Cobrar pelo retoque de cirurgias plásticas, é amparado pela legislação, ou seja, totalmente legal. E é uma prática comum nas clínicas de cirurgia plástica.

 

Alguns consultórios cobram um valor mais alto na cirurgia, já prevendo um possível retoque.

 

Logo, a paciente acredita que o preço não está sendo cobrado, mas, na verdade, ele já estava incluso mesmo antes de ela saber se precisaria de um.

 

A Dream Plastic NÃO concorda com essa conduta, porque não acredita ser justo fazer a paciente pagar por algo que dificilmente é necessário.

 

Aqui nós deixamos tudo transparente em contrato.

 

Caso seja necessário realizar o retoque da mastopexia, os honorários médicos e da clínica não são cobrados, apenas cobramos os custos relacionados ao hospital e anestesia.

 

Todos os valores e regras são detalhados em contrato e a paciente também é orientada com antecedência.

 

Saiba mais sobre pagar o retoque da cirurgia plástica!

 

O retoque da mastopexia pode ser feito dentro do consultório médico?

 

O retoque da mastopexia pode ser realizado dentro de consultórios apenas quando se trata de pequenos reparos em cicatrizes ou em casos de pontos que se abriram. Além desses motivos, não. Para a segurança da paciente, de forma geral, retoques são realizados sempre em ambiente hospitalar.

 

A mastopexia é considerada uma cirurgia reparadora?

 

Na maioria dos casos, a mastopexia não é considerada uma cirurgia reparadora. A cirurgia de mamas apenas é reparadora quando serve para reduzir impactos na saúde da paciente. Por exemplo, nos casos de redução de seios gigantes, a cirurgia se qualifica para esse tipo de tratamento, porque o peso das mamas impacta em deformidades na coluna vertebral.

 

Como evitar flacidez após a mastopexia?

 

como evitar flacidez pos mastopexia
Veja como prevenir que os seios fiquem caídos!

 

Se você quer evitar flacidez após a mastopexia e, é claro, pelo resto da vida, retardando os efeitos da gravidade, vai gostar de ler as dicas abaixo para manter os seios durinhos e lá em cima.

 

  1.    Consuma bastante água;
  2.    Hidrate a pele das mamas;
  3.    Mantenha uma boa postura;
  4.    Abuse do filtro solar no decote;
  5.    Evite engordar e emagrecer frequentemente;
  6.    Use sutiãs adequados, que ofereçam sustentação;
  7.    Tenha uma alimentação rica em fibras e proteínas;
  8.    Ingira menos carboidratos e açucares nas refeições.

 

Ao seguir as nossas recomendações, você vai manter o seu grau de ptose mamária por muito mais tempo. E, caso se trate de uma pseudoptose, vai retardar o efeito de mamas flácidas.

 

No nosso conteúdo sobre Seios Caídos, analisamos a ptose mamária profundamente, incluindo os motivos, como evitar, tratar e preservar a firmeza das mamas.

 

Clique no link e confira!

 

Dúvidas sobre o reparo da mastopexia?

 

mastopexia secundaria

 

Se você leu este texto até o final, percebeu que o reparo da mastopexia é um direito seu, mas é muito importante buscar conhecimento para saber o que você pode e não pode cobrar.

 

Além disso, buscar uma clínica que trabalhe com transparência e ética é essencial para você se sentir segura e confiante, sabendo que todos os detalhes sobre um possível retoque foram explicados e que está tudo às claras.

 

Se restou alguma dúvida, basta entrar em contato com a gente, estamos presentes nas principais redes sociais.

 

Ficaremos felizes em conversar com você. ❤️

 


Gostou do artigo sobre Ptose Mamária? Ajude mais pessoas com este conteúdo, clique nos links abaixo e divulgue AGORA!


 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP




Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!