Bem-vinda à DREAM PLASTIC
Clínica referência em Cirurgia Plástica Especializada SP
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...


Tempo de leitura: 4 minutos
Na Otoplastia, cirurgia tem como objetivo corrigir as alterações estéticas das orelhas, proporcionando uma aparência mais harmônica ao rosto.
Dá para melhorar a forma, a posição e a proporção da orelha. Com isso, podemos reduzir o tamanho e fazer várias correções, como de assimetria, do rasgo no Lóbulo, de alguma deformidade e da saliência em um ou ambos os lados. Situação conhecida como orelha de abano. Conheça tudo sobre o processo para fazer sua Otoplastia nesse link!
Na Otoplastia, idade mínima é a partir dos 6 anos. Isso porque até essa idade a orelha para de crescer. E, quando feita na infância, a cirurgia tem a vantagem de evitar traumas e apelidos indesejáveis, mas frequentes na fase escolar. Porém, é muito comum a realização em adolescentes e adultos também.
É comum que você tenha alta hospitalar no mesmo dia, algumas horas após a cirurgia. Porém, isso deve ocorrer no máximo em 24 horas.
Geralmente a cirurgia tem duração de 1 hora a 1 hora e meia. Varia do tipo de correção e se será feita nas duas orelhas (bilateral) ou em apenas uma (unilateral).
O tipo pode variar. Por exemplo, Otoplastia Anestesia Local com sedação é mais usada em adultos e adolescentes. No caso de crianças, é mais comum o uso de uma anestesia geral leve.
Toda cirurgia plástica deixa cicatriz. Mas no geral, a cicatriz da Otoplastia é quase imperceptível. Isso porque fica atrás da orelha ou, na parte frontal, mas escondida entre os vincos naturais da região. Além do mais, por se tratar de uma área de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar mais discreta.
Todo procedimento cirúrgico envolve riscos, mas a Otoplastia é considerada uma intervenção simples e rápida. O risco não é maior ou menor que aquele de se viajar de automóvel ou, simplesmente, atravessar a rua. Porém, para evitá-los, é importante escolher uma clínica bem recomendada, um cirurgião plástico especializado e experiente, além de operar apenas em ambiente hospitalar.
Não. A Otoplastia pode ser realizada sem cortar o cabelo. Aliás, um cabelo mais longo, comum em pacientes que têm orelhas de abano, ajuda a disfarçar o inchaço e as manchas roxas que surgem na fase do pós-operatório.
Geralmente não. E, ao sentir certo incômodo, isso é facilmente controlado com analgésicos comuns. Clique aqui e confira 10 dicas para o seu pós-operatório de Otoplastia!
É comum o surgimento de edemas (inchaço) e equimoses (manchas roxas). Isso de forma moderada e regressiva, devendo desaparecer em, aproximadamente, 21 dias. Depois desse período você pode ter a sensação de latejamento ou inchaço (não perceptível), principalmente, em dias quentes. Situação que também regride com o passar do tempo.
A sensibilidade na orelha operada pode ser perdida por um determinado período. Isso porque há o deslocamento da pele para a correção da cartilagem. O que pode danificar pequenos nervos responsáveis pela sensibilidade da pele. No geral, é uma situação transitória e costuma retornar gradativamente em poucos meses.
Para proteger a cicatriz, é comum o uso de curativos pequenos, cobertos por uma bandagem maior nos primeiros dias. Em crianças os médicos tendem a usar o Capacete Otoplastia, um curativo que envolve melhor a cabeça e evita mexer a região operada.
Na média, os pontos são retirados em 1 semana. E, isso é feito de forma rápida e sem dor.
Entre 2 e 4 dias você já deve estar liberada para suas atividades rotineiras, como ir à escola ou ao trabalho (escritório). Porém, para fazer exercícios esse tempo é maior e você deve aguardar cerca de 3 semanas. Esportes de contato, com risco de trauma na orelha, exigem no mínimo 2 meses de recuperação.
Não. Você não deverá dormir de lado por 45 dias, isso para evitar compressão das orelhas. Além disso, recomenda-se o uso da faixa de Otoplastia, uma espécie de bandana elástica que protege o local e ajuda na sua recuperação.
Assim que você retirar o curativo, já é possível ver em torno de 80% do resultado almejado, porém ainda terá edema e equimose. O resultado final é observado após 6 meses, quando há o amadurecimento da cicatriz.
No geral, desde que devidamente conduzida a cirurgia e o pós-operatório, o resultado é definitivo. Porém, no caso da correção de orelha de abano há uma particularidade, que apesar de rara, pode fazer com ela volte à posição inicial. Entre os motivos para isso acontecer, estão: uma cicatrização diferente do esperado, a cartilagem volta a crescer ou o uso incorreto da Faixa para Otoplastia.
É importante lembrar ainda que, é comum ficar uma assimetria bem discreta, pois é algo da nossa própria natureza. Não há simetria absoluta no corpo humano.
O queloide é uma condição determinada geneticamente. Por isso, se o paciente tem esse tipo de histórico é fundamental avisar o cirurgião plástico. Assim, é possível estimar os riscos de uma cicatrização ruim e tomar medidas preventivas. Caso ela se desenvolva, saiba que há tratamentos para corrigir posteriormente.
Felizmente, o mais comum é uma cicatrização de ótima qualidade e quase imperceptível, escondida na dobra atrás da orelha.
Sim, você pode, por exemplo, combinar com a lipoaspiração ou uma mamoplastia de aumento, entre outras. Converse com seu cirurgião plástico para saber as combinações possíveis e indicadas ao seu caso.
1. Avisar a Clínica em caso de gripe, infeções, etc. Isso até a véspera da cirurgia.
2. Seguir o horário estabelecido para internação.
3. Estar em jejum por um período de 8 horas antes da cirurgia.
4. Evitar qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril…) ou medicação com efeito anticoagulante. Isso por pelo menos 15 dias antes da sua cirurgia.
5. Lavar os cabelos na véspera.
1. Evitar sol, friagem, vento e traumas no local por pelo menos 60 dias.
2. Comparecer ao consultório para controle pós-operatório, nos dias indicados pela enfermeira.
3. Obedecer à prescrição médica, tomando os medicamentos nos horários e quantidades pré-estabelecidas.
4. Evitar dormir sobre as orelhas por 45 dias.
5. Dieta livre.
6. Usar faixa Otoplastia para dormir por 60 dias.
7. Evitar qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril…) ou medicação com efeito anticoagulante. Isso por pelo menos 15 dias depois da cirurgia.
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP

Novidades no Instagram

Receba Nossa Newsletter – #ficadica Dream Plastic

Fique por dentro de todas as novidades sobre Cirurgia Plástica, cuidados com sua beleza e os assuntos que mais bombaram nas redes sociais









Diretor Técnico Dr. Flavio Garcia – CRM-SP 104.850