Blefaroplastia: guia completo sobre a cirurgia de ptose palpebral

ptose palpebral
Saiba tudo sobre a cirurgia de pálpebras.

 

Você já pensou em fazer Blefaroplastia?

 

Quem sofre com as “bolsinhas” abaixo dos olhos, o olhar cansado e a dificuldade de visão por causa da flacidez das pálpebras já tentou de tudo para acabar com essa dor.

 

Juliana passava por isso. A jornalista testou inúmeras técnicas para levantar o olhar, desde métodos caseiros, como passar a clara de ovo e colocar pepinos sobre as pálpebras, ou fitas que prometiam segurar o olhar, até procedimentos estéticos como a Blefaroplastia sem cortes

 

Mas nada parecia funcionar.

 

Foi então que a Ju passou a considerar o bisturi como a última saída, mas antes, ela precisava saber mais sobre a cirurgia de ptose palpebral.

 

Nós da Dream Plastic realizamos sonhos e devolvemos a autoestima para milhares de mulheres nos últimos 15 anos. E hoje, vamos ajudá-la a saber TUDO sobre a cirurgia de Blefaroplastia.

 

 

Esclareça suas dúvidas!

 

O que é a Blefaroplastia?

 

A Blefaroplastia é a cirurgia responsável pela remoção do excesso de pele e gordura na região dos olhos que podem causar dificuldade de visão e o olhar cansado. A cirurgia plástica nos olhos garante ao paciente um olhar mais jovial e bonito.

 

blefaroplastia quem faz
Veja como é a pálpebra caída.

 

Este é um dos procedimentos mais procurados por homens e mulheres após os 40 anos, uma vez que, a partir desta idade, os sinais do envelhecimento começam a ficar em evidência, e a “queda” das pálpebras costuma ser uma das principais queixas.

 

Além da Ptose Palpebral causar o famoso “olhar cansado”, ela ainda pode dificultar a visão, uma vez que o peso das pálpebras sobre os olhos acaba limitando a sua abertura.

 

Um estudo da Revista Brasileira de Cirurgia Plástica, conduziu 49 pacientes do sexo feminino com idades entre 30 e 40 anos, a realizarem a cirurgia de ptose palpebral. Durante o estudo, foi aplicada a Escala de Auto-Estima de Rosenberg em cada fase operatória, e constatou que houve uma melhora significativa na autoestima das pacientes de modo geral.

 

O que causa a Ptose Palpebral?

 

A Ptose Palpebral é uma alteração anatômica onde a pálpebra superior fica abaixo da sua posição natural. As causas variam entre condições congênitas e adquiridas, nesta última, as mais comuns são o envelhecimento, o sol, uso de tabaco, estresse, má alimentação e a ausência de sono.

 

bolsa olhos
Veja o que causa a queda das pálpebras.

 

Ptose Palpebral congênita

 

No caso da ptose palpebral congênita, sua principal causa é a má formação da musculatura da pálpebra. Ela é encontrada em crianças e, geralmente, é presente desde o momento do nascimento, sendo raros os casos onde a ptose congênita se desenvolve de forma tardia. 

 

Algumas das consequências da ptose congênita são:

  • Astigmatismo – Causado pelo erro de refração por conta da pressão da pálpebra sobre a retina.
  • Problemas no pescoço e atraso de desenvolvimento – Uma vez que a criança adota uma posição de queixo elevada para que consiga enxergar abaixo das pálpebras.
  • Ambliopia – Ou “olho preguiçoso”, pode ser uma consequência do astigmatismo ou demais erros de refração.

 

Ptose Adquirida

 

Já a ptose adquirida aparece com o decorrer do tempo e em diversos subtipos, podendo ser: aponeurótica, miogênica, neurogênica, traumática e mecânica. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular, a forma mais comum é a aponeurótica, geralmente presente entre os idosos.

 

Em ambos os casos, seja congênita ou adquirida, a ptose pode afetar a projeção das imagens pela retina, acúmulo de resíduos metabólicos e erros de refração, além de outras diversas patologias. Por isso, é importante verificar com um oftalmologista a possibilidade de uma cirurgia.

 

Qual o tratamento para a Ptose Palpebral?

 

O tratamento para as bolsas nos olhos e para a pálpebra caída é a cirurgia de Blefaroplastia. O procedimento é o único método comprovado que acaba com a ptose palpebral de forma definitiva.

 

blefaro
Veja os tratamentos para a pálpebra caída.

 

Lembra da Ju? A jornalista havia tentado inúmeros métodos para acabar com suas pálpebras caídas, ela havia visto influencers falando sobre passar clara de ovo na região dos olhos, outras alegavam os benefícios das massagens e da blefaro sem cortes.

 

Nada parecia dar certo e, até a blefaroplastia sem cortes, que parecia tão promissora, não havia feito nada além de tirar algumas ruguinhas. Por isso, ela decidiu que a cirurgia plástica nas pálpebras tradicional seria a sua melhor escolha.

 

O que a Blefaro não corrige?

 

É bom você saber: a cirurgia de Blefaroplastia tira rugas da região dos olhos, as que estão nas pálpebras inferiores e superiores, causadas pelo excesso de pele na região.

 

Nos casos de pacientes que buscam tirar as rugas do rosto, a cirurgia das pálpebras deve ser associada a outros procedimentos, como o lifting de rosto, preenchimento, Botox, etc.

 

Então, vale reforçar, o grande objetivo da cirurgia plástica nos olhos é diminuir a quantidade de gordura acumulada, excesso de pele e as rugas da região dos olhos.

 

A cirurgia de Blefaroplastia pode prejudicar a visão?

 

De forma geral, a cirurgia de ptose palpebral não prejudica em nada a visão. Muito pelo contrário, a cirurgia ajuda a melhorar as vistas uma vez que ela remove o excesso de pele que pode causar a visão “cansada”. 

 

Iremos explicar melhor como a cirurgia funciona mais a frente e como você pode escapar de procedimentos perigosos. Mas, de modo geral, o seu globo ocular fica protegido pela cavidade óssea e por camadas de músculos.

 

Isto é, ele fica bem longe de onde a cirurgia ocorre, que é a pele da pálpebra.

 

Quais os tipos de cirurgia de ptose palpebral?

 

blefaroplastia superior
Conheça os tipos de Blefaroplastia.

 

Existem 3 técnicas de Blefaroplastia, a inferior, a superior e a cantopexia que é voltada para olhos asiáticos. Geralmente, a inferior e a superior são feitas em conjunto.

 

Blefaroplastia Inferior

 

Trata-se especificamente de remover as bolsas de gordura abaixo dos olhos, excesso de pele e as rugas dessa região.

 

Então, logo abaixo dos cílios, serão feitas incisões que podem ser prolongadas até o canto externo dos olhos. Geralmente, a cicatriz fica muito boa e quase imperceptível. Já a recuperação da Blefaroplastia inferior tende a ser mais rápida do que a superior.

 

Blefaroplastia Superior

 

Tem o objetivo de remover o excesso de pele, gordura e rugas na região superior dos olhos. A queda da pálpebra superior pode ocasionar problemas de visão, além de cansar os olhos, que precisam fazer esforço para ficarem abertos.

 

Blefaroplastia Asiática

 

A Blefaroplastia com Cantopexia também é conhecida como a cirurgia para aumentar os olhos. Geralmente, é feita por asiáticos e seus descendentes para criar aquela “dobrinha” dos olhos. 

 

Fizemos um conteúdo completo sobre a Cantopexia. Você pode encontrá-lo clicando no link!

 

Blefaroplastia sem cortes funciona?

 

A Blefaroplastia a laser funciona para pessoas que querem remover rugas finas no rosto. Contudo, se a pessoa está buscando por uma blefaro, ela já passou dessa fase, e este procedimento a laser com CO2 trará poucos benefícios.

 

Isso porque o laser de CO2 não remove o excesso de pele e flacidez, ele tem a função ablativa, provocando descamação de pele e a renovação da derme.

 

blefaroplastia sem cortes
Mas será que o laser de CO2 realmente funciona?

 

A Blefaroplastia sem cortes ficou conhecida assim por buscar simular uma cirurgia de ptose palpebral, mas o equívoco já se inicia com o nome. 

 

O sufixo “plastia” em si já sugere que aquele procedimento é uma plástica, porém, se o procedimento diz não ser invasivo, não ter cortes ou pontos, ele não deve ser caracterizado com este sufixo.

 

Em outro estudo da Revista Brasileira de Cirurgia Plástica, sobre o laser de CO2 para rejuvenescimento facial, foi constatado uma melhora significativa das rugas e marcas de expressão nas pacientes. Entretanto, nada consta sobre os benefícios deste mesmo para casos de Blefaroplastia.

 

Os resultados deste procedimento, que utiliza o laser a jato com plasma a fim de promover a descamação da derme, são ótimos quando aplicados em rugas e marcas de expressão mais finas, mas ele não remove as bolsas de gordura nem o excesso de pele. Então, se esse é o seu caso, este procedimento não é para você.

 

Algo que também chama a atenção, é a duração da técnica com plasma, uma vez que ela dura cerca de 2 a 3 anos somente. Ou seja, será necessário um retoque após algum tempo. Já a cirurgia nos olhos tradicional é para sempre.

 

Como fazer uma cirurgia de Blefaroplastia?

 

A cirurgia de ptose palpebral é considerada simples e raramente aparecem complicações, mas existem alguns cuidados que devem ser tomados ainda no planejamento da sua cirurgia. 

 

O primeiro passo é escolher a clínica especializada e experiente na cirurgia de blefaro, que possua bons resultados e um histórico de segurança amplo, e que realize a cirurgia com condições adequadas.

 

ptose palpebral causas

 

A pálpebra é uma das camadas de pele mais finas do corpo humano e, é natural que, com o passar dos anos, a derme perca a elasticidade natural. Entretanto, geralmente, a queda da pálpebra não é dada somente por esse fator.

 

O fator da idade, exposição do sol e demais causas que abordamos acima, afetam a força do músculo extra orbital, que é o responsável pela pálpebra. O enfraquecimento dele e da membrana responsável por separar o mesmo da bolsa de gordura localizada na região, a membrana septum orbital, faz com a gordura se projete para frente, causando a queda do olhar.

 

blefaroplastia superior
Saiba as etapas da cirurgia de pálpebras.

 

Então, é iniciada a cirurgia com a sedação e a anestesia local. Após isso, o cirurgião irá realizar o desenho de onde será removido o excesso de pele, respeitando o formato natural dos olhos. Tomando cuidado para manter as cicatrizes o mais discretas possíveis.

 

O cirurgião faz uma incisão acima da dobra, ou sulco, e contorna o desenho determinado. É importante ressaltar que é necessário respeitar 2 cm da pálpebra, para manter a mobilidade dos olhos. 

 

Feita a incisão, ele irá remover o excesso de pele estabelecido

 

Já em alguns casos é removida uma pequena tira do músculo e, se necessário, feita uma incisão na membrana septum orbital para a remoção ou reposicionamento de parte da bolsa de gordura.

 

Para finalizar o procedimento, a incisão é fechada por suturas que podem ser absorvidas, e também por pequenos curativos nas pálpebras.

 

Qual o passo a passo da Blefaroplastia inferior?

 

blefaroplastia inferior
Veja o passo a passo da cirurgia de pálpebras inferiores.

 

Assim como na pálpebra superior, os motivos pela necessidade da cirurgia são os mesmos, seja o enfraquecimento do músculo e da membrana, ou a perda do colágeno na pele. Entretanto, existem dois tipos de cirurgia de pálpebra inferior, a por via interna ou externa. 

 

A Blefaroplastia transcutânea inferior é a ideal para as pessoas que tiveram uma queda na pálpebra inferior devido à frouxidão da pele e músculo da pálpebra inferior. Esta cirurgia é feita por via externa.

 

Já a Blefaroplastia transconjuntival é a abordagem por via interna. Envolve uma única incisão na membrana fina da parte interior da pálpebra, denominada conjuntiva. Essa abordagem é a ideal para pacientes com excesso de gordura e pouco, ou nenhum, excesso de pele nas pálpebras.

 

Em ambos os casos, para preservar os olhos, são utilizados protetores oculares semelhantes a lentes de contato, e a anestesia utilizada também é a local com sedação. 

 

Na cirurgia de via externa, o desenho e o corte são feitos logo abaixo da linha dos cílios para que a cicatriz fique imperceptível. A incisão chega até o músculo orbicular, e logo em seguida é feita mais uma incisão no músculo e na membrana, dando acesso à bolsa de gordura.

 

A gordura é removida ou reposicionada, e o excesso de pele e músculo são removidos e é feito o lifting das pálpebras. A incisão é fechada com suturas que podem ou não serem absorvidas.

 

Já no caso da via interna, a transconjuntival, o cirurgião afasta a pálpebra inferior delicadamente, e faz uma pequena incisão na conjuntiva, que dá acesso direto às bolsas de gordura. Essa gordura é removida para reduzir o aspecto de pálpebra inferior inchada. A incisão é fechada com os fios ou com uma cola cirúrgica.

 

Em ambos os casos é normal sentir inchaço e desconforto nos dias seguintes, e no caso das suturas não absorvíveis, os pontos são retirados após 1 semana. O uso de compressas frias é recomendado para diminuir o inchaço na região. 

 

Qual a anestesia utilizada na cirurgia de Ptose Palpebral?

 

A anestesia utilizada na blefaro é, geralmente, local com sedação. Em alguns casos o anestesista pode optar pela anestesia geral, a escolha da anestesia geral é desnecessária e aumenta os riscos do procedimento, por exemplo, seu uso predispõe um maior risco de trombose venosa profunda.

 

No caso da anestesia local com sedação, a paciente consegue relaxar e dormir durante toda a cirurgia, e a área ao redor dos olhos é completamente anestesiada.

 

Durante todo o processo o médico anestesista é responsável por monitorar os sinais vitais e garantir que a paciente esteja sedada e com a área completamente anestesiada. Fizemos um artigo completo sobre a anestesia em cirurgia plástica que você pode conferir no link.

 

Posso fazer a Ritidoplastia com a Blefaroplastia?

 

A cirurgia de ptose palpebral pode ser feita em conjunto com a de lifting de rosto, inclusive é uma das combinações mais realizadas. Até porque a paciente passa por um único pós-operatório.

 

ritidoplastia blefaroplastia
É possível fazer a ritidoplastia em conjunto com a blefaro.

 

Foi isso que a Ju fez, beirando seus 45 anos, ela decidiu que era uma boa ideia aproveitar para remover algumas pelinhas flácidas que já estavam sobrando e, conversando com seu cirurgião, ele recomendou que fosse feito no mesmo dia, junto com sua Blefaroplastia.

 

Olhando para trás, a jornalista percebeu que ela fez uma boa escolha, afinal, ela acabou economizando com as taxas hospitalares e passou por somente um pós-operatório.

 

Se você ainda não sabe o que é a cirurgia de Ritidoplastia, recomendamos ler o artigo completo no link!

 

Como é o Pós-Operatório da Blefaroplastia?

 

Agora você já sabe quase tudo sobre a cirurgia de ptose palpebral, mas ainda falta uma das etapas mais importantes: a recuperação.

 

De modo geral, a recuperação da Blefaroplastia é idêntica para casos superiores e inferiores, um dos motivos para que as técnicas, geralmente, sejam feitas em conjunto. E a notícia boa é: a recuperação é bem tranquila.

 

A alta médica é dada poucas horas após a cirurgia. E, nas primeiras 72h é indicado a compressa fria nos olhos para diminuir o inchaço e os hematomas que aparecem nesta fase. Ah! É super comum e esperado que haja esses roxinhos após a cirurgia.

 

Blefaroplastia

 

Existem algumas indicações após a cirurgia de ptose como: fazer leves caminhadas, mas nada de exercícios pesados pelos próximos 60 dias, também é indicado que evite o sol por, pelo menos, 30 dias e use óculos escuros sempre que sair ao sol. Por último, evite o cigarro tanto no pré quanto no pós-operatório.

 

Nós abordamos todos os cuidados que você deve ter no pós-operatório de Blefaroplastia no link!

 

Agora, você sabia que existem alguns pontos que você deve se atentar sobre o pós-operatório lá na hora de decidir a clínica que fará a sua cirurgia? Pois é! Veja só:

 

Estrutura do pós-operatório

 

Uma das coisas que a Ju não havia pensado antes de começar a pesquisar sobre a cirurgia era o pós-operatório. Até ela conversar com uma colega de trabalho que havia feito cirurgia plástica nos olhos há alguns anos, o conselho dela foi: “Procure uma clínica que opere em hospitais e que te dê um suporte completo no pós-operatório”.

 

Isso porque essa colega havia operado dentro da própria clínica, e sua cirurgia de ptose não ficou da forma que ela esperava. Além disso, durante a recuperação, ela passou a sentir os olhos bem ressecados e foi até a clínica onde havia operado para ter suporte, mas encontrou somente o descaso.

 

Ao chegar na clínica, sua colega foi recebida pela recepcionista, mas o cirurgião que ela havia operado estava operando outra pessoa e não poderia atender ela naquele dia. E o pior, não tinha ninguém que pudesse ajudar ela, nenhum cirurgião e nem uma equipe de enfermagem. Ela ficou desamparada.

 

Suporte para Urgências e Emergências

 

ptose palpebra
É importante ter um suporte completo na hora da recuperação.

 

Outra coisa que a Juliana ficou atenta na hora de decidir onde faria sua cirurgia foi: ter um canal de contato para emergências.

 

Imagine só, você está no meio da noite e percebe que está vazando um líquido estranho da sua sutura. É desesperador, não? Mas aí você tenta entrar em contato com a clínica e descobre que eles trabalham até as 17h, e após isso, você fica sem amparo.

 

Pior que isso, quando você consegue falar com eles é a recepcionista, que não tem nenhuma experiência com cirurgia plástica de ptose, que atende. E ainda pior, não tem ninguém que pode te ajudar nessa hora.

 

Disk Enfermagem

 

Ter uma equipe de Enfermagem disposta a auxiliar a recuperação das pacientes é essencial para garantir a segurança e um bom resultado da paciente. 

 

Isso porque qualquer complicação ou dúvida que possa surgir nesse período pode ser sanada pela equipe de prontidão. Se a clínica que a colega da Ju tivesse operado fosse séria e tivesse uma equipe de Enfermagem à posta a tirar as suas dúvidas cotidianas, ela teria ficado mais segura.

 

Por isso, uma das coisas que a jornalista colocou na sua checklist para escolher a clínica foi: ter uma boa equipe de Enfermagem de prontidão.

 

Central de Ouvidoria

 

Uma clínica séria é aquela que presta todo tipo de suporte às pacientes, e a Central de Ouvidoria é o canal ideal.

 

Através dela a paciente pode realizar reclamações sobre resultados, informar problemas com o atendimento ou tirar dúvidas. Inclusive, a Ouvidoria garante que a paciente tenha suporte na hora de falar sobre a sua insatisfação.

 

Resultados da Blefaroplastia

 

O resultado da blefaro é um olhar mais jovial e bonito, sem o aspecto cansado e envelhecido que o excesso de pele tende a trazer. Além disso, a paciente pode esperar por uma melhora significativa na visão, uma vez que a pele que atrapalha a abertura do olho é removida.

 

cirurgia ptose
Para ter um bom resultado é essencial que siga todas as indicações médicas.

 

Um dos pontos mais importantes da cirurgia de ptose é saber o que esperar do resultado. Essa visão é passada lá na consulta de avaliação feita pelo cirurgião. Onde ele fala, de forma realista, o que a paciente pode esperar da cirurgia, os limites e possível resultado.

 

Nessa consulta, a paciente pode solicitar fotos de antes e depois da cirurgia de ptose palpebral. Ah! É dever da clínica manter registros fotográficos de todas as pacientes antes da cirurgia e em cada etapa do pós-operatório, até a retirada da foto com o resultado final. 

 

Outra forma de garantir que os resultados da clínica são bons é conversar com outras pessoas que passaram por ela, isso pode ser feito através do contato por redes sociais ou, ainda melhor, através de Grupos onde as pacientes costumam postar o antes e depois de forma voluntária.

 

Blefaroplastia

 

Aqui na Dream Plastic, temos o compromisso de garantir que os resultados sejam perfeitos, e por isso, criamos um Grupo para que as nossas pacientes possam trocar experiências entre si. 

 

E lembra de tudo que falamos ao decorrer do texto como, equipe própria de anestesistas, consulta pré-anestésica, central de ouvidoria, equipe de enfermagem e ouvidoria, e a garantia de ter um lugar para que as pacientes possam falar sobre sua experiência? Todos esses pontos importantes a Dream Plastic possui.

 

Isso porque nossa missão é realizar o sonho de nossas pacientes, e para que possamos fazer isso, precisamos ter uma estrutura completa.

 

Quanto custa a cirurgia de Blefaroplastia?

 

O preço da Blefaroplastia é dado somente após a consulta de avaliação, isso porque existem diversos fatores que compõem o valor final.

 

Quando falamos de preço de cirurgia de ptose palpebral você deve considerar diversos pontos como, por exemplo:

  • A complexidade da cirurgia;
  • A expectativa da paciente;
  • Honorários médicos;
  • Taxa do hospital;
  • E estrutura de pré e pós-operatório.

 

Mas, como falado acima, é necessário conversar com um cirurgião para ter o valor certo para a sua cirurgia. Entretanto, você pode verificar o preço médio da blefaro.

 

blefaroplastia sem corte
A Blefaroplastia irá devolver a sua autoestima!

 

É comprovado que a Blefaroplastia é uma cirurgia simples, segura e que irá devolver a sua autoestima. E, se feita em um lugar que garanta qualidade e segurança, ela pode mudar a sua vida e a sua visão de mundo, literalmente. 

 

Se você realmente deseja ter um rosto jovial e bonito, o próximo passo para conquistar o seu sonho é agendar uma consulta de avaliação, sem compromisso, dessa forma você conversa com o cirurgião, recebe mais informações, valores e sai de lá com maiores expectativas sobre a cirurgia de ptose palpebral.

 

Esclareça suas dúvidas!

 

Gostou do artigo sobre Blefaroplastia? Que tal ajudar mais pessoas com este conteúdo, clique no link e ajude a divulgá-lo.


 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP




Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!