Bem-vinda à DREAM PLASTIC
Clínica referência em Cirurgia Plástica Especializada SP
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...


Dúvidas sobre Prótese de Silicone


Tempo de leitura: 6 minutos
O implante mamário não corrige mamas caídas. Nesses casos, normalmente, é necessário uma Mastopexia, que pode ser realizada em conjunto com este procedimento.
Isso pode variar, pois depende do desenvolvimento de cada mulher. Em média, é a partir dos 16 anos, mas o médico faz uma avaliação presencial mais precisa.
A anestesia usada para colocar silicone nos seios é a local com sedação ou peridural.
Para saber mais sobre os tipos de anestesias, acesse o texto deste link!
O tempo da cirurgia plástica de prótese de mama é em média de 1 hora.
No geral a cicatriz para colocar próteses de silicone é discreta e pequena. A localização varia de acordo com o tipo de incisão, sendo a inframamária a mais comum para esta cirurgia. Nela, a cicatriz fica na dobrinha inferior dos seios. Há também a possibilidade da cicatriz ficar ao redor da aréola e até na axila.
Acesse e saiba mais sobre os tipos de incisões para colocar silicone nos seios.
O tamanho ideal do implante de silicone varia de acordo com cada pessoa, pois é uma decisão que deve ser tomada junto com o cirurgião plástico. Ele vai avaliar o seu biotipo e a sua perspectiva de resultado para indicar a quantidade mais proporcional. Silicone de 250ml, de 300ml, 400ml... São várias possibilidades e você pode conferir mais tamanhos de silicone no site da Dream Plastic.
Hoje em dia, colocar prótese de silicone nos seios é algo extremamente comum e os motivos são muitos. Idade, a própria genética, gravidez e alterações no peso são alguns dos principais. Com a cirurgia é possível aumentar o tamanho das mamas, reconstituí-las após a perda total ou parcial e até deixá-las simétricas.
Sim, sofrer com assimetria mamária é algo bem comum entre as mulheres e, mais que causar desconforto na aparência, pode até ocasionar alterações na postura.
Ao definir a prótese de silicone, o principal é saber se ela tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A vida útil pode variar, mas algumas marcas oferecem garantia das suas próteses.
Depende, por exemplo, ao optar pelo implante de silicone pela aréola, existe a possibilidade do corte dos ductos mamários que transportam o leite materno e, consequentemente, ter problemas futuros com a amamentação.
Por isso é importante contar com um cirurgião plástico especializado, que sabe exatamente a técnica, o tipo e o tamanho de prótese mais indicado ao seu biotipo, assim você não sofre nenhuma consequência ruim no futuro.
O silicone é um gel de alta coesividade que não ultrapassa a prótese. Ou seja, não corre o risco de afetar o gosto ou a qualidade do leite.
No dia da cirurgia você deve comparecer no hospital com duas horas de antecedência para internação e em jejum de 8 horas. Lembre-se de levar roupas leves, documento pessoal com foto, guia de internação e malha cirúrgica.
Há vários cuidados indicados para que você tenha uma boa recuperação, entre os principais estão:
•Evitar levantar os braços acima da cabeça, fazer esforço e carregar peso por pelo menos três semanas
•Não dormir de bruços ou de lado por pelo menos 45 dias
•Usar somente o sutiã cirúrgico até que seu médico libere o uso do modelo comum
•Não se expor ao sol, que pode causar inchaço e aparecimento de manchas na região. Aguarde pelo menos seis meses.
O preço da mamoplastia de aumento varia, pois depende de muitos fatores. Além disso, esta informação só pode ser passada após avaliação presencial, pois somente nesta consulta o cirurgião plástico é capaz de determinar como será realizado o procedimento e, portando, o valor a ser cobrado.
Existem diversos tipos de prótese de silicone disponíveis, o que diferencia cada uma delas é a forma do silicone, seu tamanho, sua textura e o perfil. As mais conhecidas pelas pacientes são: Prótese Cônica ou Silicone Perfil Superalto, Prótese Redonda ou Silicone Perfil Alto e Prótese Anatômica ou também conhecida como Silicone Formato Gota.
A Prótese Cônica possui a menor base e a maior projeção. Grande parte do seu volume está concentrado no centro da prótese, por isso ele é o mais pontudo se for comparado aos demais.
A Prótese Redonda é um dos tipos preferidos pelas mulheres. Este modelo é bem voltado para a estética, pois preenche bastante a parte superior da mama. Por esta característica é o modelo que mais marca o colo. As próteses de Perfil Baixo e Moderado são pouco usadas, pois não marcam o colo, já que possuem maior diâmetro e menor projeção.
O perfil anatômico (prótese gota) tem a maior parte do volume de silicone concentrado em seu polo inferior (parte de baixo) e por isso o seu formato é totalmente diferente dos anteriores.
Para saber mais sobre os formatos de prótese de silicone, acesse o texto deste link!
Se você procura por um perfil de prótese de silicone natural, então opte pela prótese anatômica. Esta opção acompanha o desenho natural de uma mama, por isso o seu resultado não traz um colo marcado ou seios redondos, mas em formato de gota.
A escolha pelos tipos de prótese de silicone é algo que você vai fazer junto com seu médico. Pois ele analisa a largura dos seus ombros, tamanho do tórax (diâmetro), a estatura, espessura da pele e, claro, expectativas de resultado. A partir disso, o cirurgião plástico consegue escolher uma opção que se adeque melhor às necessidades de cada paciente, além de proporcionar mais harmonia ao corpo.
As duas opções são bastante utilizadas em cirurgias com o objetivo estético. Isto porque tanto a prótese cônica quanto a redonda dão uma forma mais bonita para as mamas.
Bom, se você quer uma mudança mais discreta, então o ideal é optar pela prótese cônica que te deixará com um formato de colo médio. Já a prótese redonda oferece um resultado mais ousado, pois preenche bastante a parte superior da mama, marcando bastante o colo.
Não existe prótese de silicone definitiva, mas se o implante colocado for de boa qualidade dificilmente este sofrerá rupturas ou será rejeitado pelo organismo. Aquele famoso mito de que as próteses duram até 10 anos não é mais real. De qualquer forma, sempre recomendamos que a paciente faça os exames anualmente para verificar se está tudo certo e se há necessidade de trocar o implante.
A escolha do plano mais adequado leva em consideração a expectativa de resultado, a espessura da pele, o diâmetro do tórax, o tamanho das mamas e se a paciente tem histórico de câncer de mama.
Nesta técnica, a colocação do implante é feita abaixo das glândulas mamárias e por cima do músculo. É uma das posições mais comuns, pois tende a deixar os seios bem marcados.
O cirurgião plástico irá levantar o músculo peitoral para colocar o implante. Esta é a posição ideal para quem busca uma aparência mais discreta, pois não deixa o colo muito projetado.
Por ser uma cirurgia um pouco mais evasiva, causa um pouco mais incômodo, do que da cirurgia de prótese de silicone por cima do músculo. Mas a dor vai passar com os medicamentos certos indicados pelo seu cirurgião plástico.
A técnica de silicone subfascial combina características do silicone por baixo e por cima do músculo, oferecendo uma aparência entre o demarcado e o discreto. Neste caso, o implante de silicone é posicionado em cima dos músculos mamários, mas sob a camada fascial e as glândulas.
Não é possível falar de uma forma geral, o que podemos considerar é a melhor técnica para determinada pessoa. Isto porque há uma série de características levadas em consideração para determinar qual o plano mais indicado ao seu biotipo e até a sua expectativa de resultado.
Se você tem interesse em saber mais sobre silicone por cima do músculo ou por baixo acesse o texto completo.
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP

Facebook Dreamplastic

Instagram Dreamplastic

Receba Nossa Newsletter – #ficadica Dream Plastic

Fique por dentro de todas as novidades sobre Cirurgia Plástica, cuidados com sua beleza e os assuntos que mais bombaram nas redes sociais




Diretor Técnico Dr. Flavio Garcia – CRM-SP 104.850