Processo de cicatrização e dicas para ter uma cicatriz mais discreta!


cicatriz sem medo

 

Pense por um instante, você tem alguma cicatriz pelo corpo?  É raro encontrar alguém que responde não a esta pergunta, pois sempre há uma marca das travessuras de infância ou até algo mais traumático para contar. E você lembra como foi este processo de cicatrização?

Provavelmente não, mas quem está pensando em fazer uma cirurgia plástica, muitas vezes tem receio de ficar com uma cicatriz ruim. Chega de sofrer com esse assunto!

Para que isso aconteça, você precisa conhecer bem o processo de cicatrização e, consequentemente, ser capaz de selecionar as dicas sobre como obter os melhores resultados com as suas cicatrizes e até, eventualmente, saber qual o tratamento mais eficaz para uma correção no futuro.

Isto porque, não tem jeito, toda cirurgia deixa um tipo de cicatriz. Em algumas situações elas podem ficar bem discretas, quase imperceptíveis. Mas em outras surgem imperfeições capazes de causar muito incômodo.

É aí que surgem várias dúvidas de como acelerar a cicatrização, a busca por dicas de pomada cicatrizante, alimentos cicatrizantes… Para esclarecer todas essas questões, nós preparamos um material completo sobre o assunto. Aqui você vai:

  • Entender o que é cicatrização
  • Descobrir como funciona o processo de cicatrização
  • Ficar por dentro das fases deste processo
  • Conhecer os fatores que interferem na cicatrização
  • Ver o que é cicatrização por primeira ou segunda intenção
  • Saber quais os tipos de tipos de cicatriz existentes
  • Descobrir se é possível e como acelerar este período
  • Ver se pomada cicatrizante funciona
  • Encontrar quais os melhores alimentos cicatrizantes
  • Saber o que é bom para cicatrização e a solução para corrigi-la se necessário

 

 O que é cicatrização?

 

cicatrização médico mulher

 

A cicatrização nada mais é que o processo de reparação de um tecido lesionado por um tecido novo. E, isso pode ocorrer em todo o nosso organismo.

Este processo exige que o nosso corpo ative e produza um grande número de componentes moleculares e celulares, que irão agir para reparar os tecidos. Apesar de ser um processo interno, é preciso seguir alguns cuidados externos, como manter a higiene do local e o uso de curativos adequados.

 

Como funciona o processo de cicatrização?

 

No processo o nosso organismo faz a reparação dos tecidos. Para isso, ele cria fibras de colágeno, entre outros eventos, que ocorrem de forma complementar.

A cicatrização sempre se inicia de baixo para cima e das bordas para o centro. E, durante este processo, a pele passa por um período avermelhada e sensível, até chegar a uma marca esbranquiçada e residual.

Mas, como em qualquer processo, para que os eventos de reparação, celulares e bioquímicos, aconteçam eles passam por algumas fases importantes. As três principais são:

  • Inflamatória
  • Proliferativa
  • Remodeladora

 

Por dentro das fases da cicatrização

 

cicatrizes três fases
As três principais fases do processo de cicatrização

 

Fase Inflamatória: constitui-se pela liberação de fatores de coagulação e liberação de células responsáveis pela limpeza da ferida.

Nesta etapa, que dura entre 48 e 72 horas, a paciente pode sentir: dor e calor, ficar com a pele avermelhada e inchada, além de produzir secreção, ou seja, sinais clássicos de inflamação.

Mas calma, não é preciso criar nenhum tipo de alarde, porque esta é uma inflação fisiológica, uma resposta natural do organismo à agressão.

Fase Proliferativa ou Fibroblástica: caracteriza-se pela formação de tecido, com a reconstituição de vasos sanguíneos e linfáticos, a produção de colágeno e uma intensa migração de células ao local da ferida.

Nesta etapa a região lesionada começa a ter a aparência de cicatriz, graças ao acúmulo de massa fibrosa. No total, dura de 12 a 14 dias.

Fase de maturação ou remodeladora: a fase é marcada pela redução da vascularização, que concede lugar ao tecido cicatricial. Neste momento há o alinhamento das fibras de colágeno, que na etapa anterior estavam desorganizados e agora têm mais força para substituir as antigas.

 

Fatores que interferem na cicatrização

 

cicatrização cirurgia

 

Para você ter uma ideia, o que mais impacta no processo de cicatrização é a pele da paciente, isso está relacionado a questões genéticas. Negros e asiáticos, por exemplo, têm uma tendência maior de enfrentar má formação nas suas cicatrizes. Mas isso não quer dizer que todos terão desta descendência terão.

Outro ponto que conta é o tipo e corte feito na paciente. A melhor posição é sempre aquela que respeita o ângulo de tensão no plano natural da pele. Essas linhas são chamadas de Langer ou de clivagem e correspondem ao alinhamento das fibras de colágeno dentro da derme.

Ao longo do nosso corpo há inúmeras linhas imaginárias, como se fosse um mapa-mundi e os seus Meridianos e Paralelos.

As linhas foram criadas justamente para identificar os pontos de tensão, assim quando o cirurgião plástico faz a incisão ele tem a preocupação de respeitar este ângulo.

O tipo de sutura também pode influenciar, ou seja, a forma como os pontos serão feitos. À distância, horizontal em “U”, pontos internos, que por sinal são os que têm a melhor cicatrização.

Além dos mencionados acima, há outros fatores que interferem na cicatrização, como:

  • Faixa etária
  • Estado nutricional da paciente
  • Presença de doenças crônicas
  • Uso de medicamentos
  • Dimensão e profundidade da lesão
  • Presença de hematomas, equimoses ou edemas

 

Cigarro X Processo de Cicatrização

 

relação sol cigarro cicatrizacao

 

Se você é fumante, a atenção é redobrada. Isto porque os componentes do cigarro, principalmente, a nicotina e o monóxido de carbono (CO) são extremamente prejudiciais. Ele afeta a oxigenação e nutrição da pele, além de comprometer a produção de colágeno.  Saiba mais sobre os malefícios do cigarro para o processo de cicatrização, clique aqui!

O sol também pode comprometer bastante a cicatrização da pele. Para você ter uma ideia, antes de 30 dias, a Dream Plastic recomenda que suas pacientes não se exponham em nenhuma circunstância suas cicatrizes aos raios solares.

Isto porque elas podem escurecer e até surgir manchas roxas com efeitos irreversíveis. Saiba mais sobre os problemas causados pelo sol na sua cicatriz, clique aqui!

 

O que é cicatrização por primeira intenção?

 

Cicatrização por primeira intenção ou primária, como também é conhecida, é quando a incisão é limpa e tem as bordas aproximadas. Ou seja, existe pouca perda de tecido, além de pouco edema e nota-se a ausência de fluídos inflamatórios fora dos vasos sanguíneos.

Nelas estão presentes as três fases, porém o processo é mais rápido. Isto porque são marcas mais simples, como exemplo, as provenientes de cirurgias plásticas.

 

O que é cicatrização por segunda intenção?

 

Já a cicatrização por segunda intenção é um pouco diferente, pois são caracterizadas por feridas abertas, de espessuras maiores e perda tecidual total. Pelas bordas do ferimento ser mais aberta, exige uma grande formação de tecido para preencher o espaço, gerando uma marca mais evidente.

Elas demandam mais tempo para fechar e, neste tipo, as fases do processo de cicatrização são bem marcadas. Por exemplo, aquelas provenientes de traumas, que não são suturadas e ficam abertas.

 

Quais os tipos de tipos de cicatriz existentes?

 

tipos cicatriz

 

Atróficas: basicamente elas surgem quando há perda de estruturas que oferecem apoio e firmeza à pele, como de músculo ou gordura. No geral está presente em qualquer tipo de trauma em que se perde tecido, deixando uma espécie de relevo na pele. Por exemplo, em casos de acnes e após acidentes.

Hipertrófica: ocorre quando no processo de cicatrização o corpo produz colágeno de forma desorganizada. Isso faz com que a cicatriz fique mais elevada em relação à pele ao redor. Muitas vezes a cicatriz hipertrófica é confundida com o queloide, mas são reações diferentes.

Quer saber mais sobre cicatrizes hipertróficas e os cuidados que você deve ter? Então, clique no link acima!

Queloides: é caracterizado pelo excesso de produção de colágeno do nosso corpo e resulta em uma cicatriz que não para de crescer. Ela consegue ultrapassar os limites iniciais da própria lesão.

A queloide está muito relacionada a questões de raça e a genética. Apesar de inofensiva à saúde, ela normalmente causa um impacto na aparência e confiança das pessoas.

Quer saber mais sobre queloide e tratamento, cuidados e outras informações importantes? Então, clique no link acima!

Normotrófica: é a mais simples, quando a pele recupera a aparência de antes do ferimento. Normalmente, surge após machucados leves, que não agridem tanto.

 

Como acelerar a cicatrização?

 

processo cicatrização

 

É claro que quando temos um corte ou qualquer tipo de ferida aberta, ficamos ansiosos para que a cicatrização aconteça o mais rápido possível. Mas nem sempre é tão rápido assim.

Isto porque todo processo de cicatrização, por mais simples que seja, respeita as fases que citamos anteriormente.

Outro ponto importante é o fato de que isto é um processo interno, uma reação natural do nosso organismo. Ou seja, atitudes externas, como o uso de uma pomada, não têm o poder de tornar sua cicatriz imperceptível. Em alguns casos ela pode apenas ajudar na formação de colágeno.

Mas é sempre bom ter muito cuidado na hora de definir o que você vai utilizar, pois vemos muitas receitas caseiras que não funcionam. Para você ter uma ideia, tem gente que passa açúcar e pó de café, chá de camomila, gel de babosa, casca de banana…

A lista para acelerar a cicatrização é grande e Leila P. Soares sabe bem disso. Isto porque sua mãe tinha queloide e ela ainda tem na orelha, resquícios de um piercing colocado na adolescência.

Histórico que a deixava morrendo de medo da cicatriz da sua tão sonhada cirurgia: uma abdominoplastia. A jovem chegou a entrar em um grupo fechado de cirurgia plástica e adorou os resultados, até conversou com algumas meninas e ficou um pouco mais tranquila.

 

Você também tem interesse em conhecer o resultado de mulheres que fizeram cirurgia plástica? Venha fazer parte de um grupo exclusivo de ex-pacientes da Dream Plastic no Facebook. Para isso, basta clicar no botão abaixo:

 

Precavida como é, Leila também fez uma ampla pesquisa sobre dicas de tratamentos e outros pontos importantes para manter sua cicatriz o mais discreta dentro do possível.  Confira alguns dos pontos principais.

 

Pomada cicatrizante funciona?

 

pomada cicatrizante

 

Nebacetin, Dermatix, Cicatricure, Skimatix… Leila ficou confusa no meio de tantas sugestões encontradas na internet. E, cada pessoa falava uma coisa: “essa funciona muito bem”, “só joguei dinheiro fora”, “resolveu meu problema”, “piorou minha situação”.

Apesar de ter como objetivo facilitar o processo de fechamento da pele lesionada, a pomada cicatrizante pouco ajuda. Isto porque, no máximo, o produto vai ajudar na hidratação da pele.

Como mencionamos anteriormente, este processo está muito relacionado ao organismo de cada um, por isso varia muito de pessoa para pessoa. Não dá para considerar um comentário de alguém que usou um creme e diz que resolveu seu problema de cicatriz como uma verdade absoluta.

É importante ressaltar que a pomada para cicatriz é desaconselhada em casos de marcas antigas, pois já não fazem efeito. Além disso, só use se for por recomendação do seu médico.

 

Quais os melhores alimentos cicatrizantes?

 

alimentos cicatrizantes

 

Problemas de cicatrizes podem estar relacionados à má nutrição, ou seja, é importante manter uma dieta equilibrada.

Uma alimentação balanceada influência na produção de anti-inflamatórios naturais do corpo. Ao pesquisar, Leila descobriu que há vários itens que podem ser incluídos nas refeições para ajudar nesta fase. Por exemplo:

Ricos em vitamina C: esse tipo de alimento facilita a síntese do colágeno. Boas fontes de vitamina C são as frutas cítricas, como a acerola, o caju e a mexerica. Elas também são conhecidas como frutas cicatrizantes.

Proteína: estimula a produção de colágeno no nosso organismo. Então, aposte em grelhados de frango, carne e peixe. Além disso, há opção de castanhas, nozes, amêndoas e vegetais verdes escuros.

Ricos em Ômega 3: contém substâncias com ação anti-inflamatória, o que também só tende a ajudar o organismo. Exemplos de alimentos assim são: salmão, sementes de chia e sardinha.

É claro que fazer a ingestão desses alimentos não significa que você vai ter uma cicatrização perfeita, pois como mencionado, isso varia de pessoa para pessoa. Vale lembrar que em cicatrizes antigas, a alimentação não terá mais nenhum efeito.

 

Afinal, o que é bom para cicatrização?

 

tratamento tirar cicatriz

 

Para o alívio de Leila, que temia ter uma cicatrização hipertrófica ou um queloide, há uma solução efetiva para resolver este problema. E, para ter certeza da informação, ela consultou seu próprio cirurgião plástico, que é um médico dedicado a buscar os resultados mais harmoniosos possíveis.

Antes de fechar sua cirurgia, ela pesquisou por tratamento para cicatrizes. Leila buscava por soluções capazes de resolver até seus problemas antigos, pois já ia aproveitar para tirar aquela “bolotinha” na sua orelha.

Leila leu sobre aplicação de laser, betaterapia, peelings, preenchimento, entre outros procedimentos. Porém o que mais chamou sua atenção é a cirurgia para correção de cicatriz, capaz de melhorar seu aspecto, modificando tamanho, espessura e cor. Tudo isso, para deixá-la com uma aparência mais discreta.

Com mais de 10 anos de experiência, os especialistas da Clínica Dream Plastic lembram que no caso do queloide, o problema pode voltar, pois é uma condição genética. Porém, a cirurgia pode ser o método mais efetivo de corrigir uma cicatriz ruim.

Para uma avaliação, o ideal é que você sempre consulte um médico antes de começar qualquer tratamento!

 

Se você tem interesse em saber sobre cirurgia plástica e como corrigir uma cicatriz, entre em contato e marque sua consulta. Na Dream Plastic você tem a garantia de ser atendida por um cirurgião plástico especializado:

 consulta correção cicatriz

 

Gostou desse artigo sobre processo de cicatrização. Que tal ajudar mais pessoas com este conteúdo, clique no link e ajude a divulgá-lo. 

Compartilhe no Facebook

 


 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP




Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!