Prótese de silicone causa câncer de mama? Médicos especialistas revelam a verdade!


cancer mama protese silicone
Prótese de silicone causa câncer de mama: verdade ou fake News? Descubra abaixo!

 

Quem está pensando ou já turbinou os seios, provavelmente, pesquisou sobre a relação entre câncer de mama e prótese de silicone.

 

Mas será que a prótese de silicone causa câncer?

 

Para responder essa questão e esclarecer mais algumas dúvidas sobre prótese de silicone e câncer de mama, nós contamos com a ajuda de alguns dos cirurgiões plásticos mais experientes do Brasil.

 

Confira abaixo a resposta para:

 

 

 

As informações reunidas neste conteúdo são revisadas pelos médicos da Dream Plastic, que é uma das clínicas que mais realiza cirurgia plástica no Brasil. Só de prótese de mama, nós fazemos, em média, mais de 100 procedimentos por mês!

 

Por isso, a nossa equipe de cirurgia plástica está entre as mais experientes do país. Ou seja, pode confiar!

 

#1. Prótese de silicone causa câncer?

 

Fique tranquila, a prótese de silicone não causa câncer de mama! Essa é uma relação com inúmeros estudos científicos e a conclusão é uma só: o fato de você fazer uma Mamoplastia de Aumento não é fator de risco para doença. Logo, as chances de você desenvolver o câncer de mama são as mesmas das mulheres que não têm prótese de silicone.

 

protese silicone causa cancer
Ter implante nos seios não é fator de risco para o câncer mamário.

 

O câncer de mama, normalmente, agride as glândulas mamárias, mais precisamente seus ductos e lóbulos. Já a prótese de silicone fica sempre alojada embaixo desse sistema.

 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, a doença não tem uma causa única, pelo contrário, há inúmeros fatores de risco, como:

 

  • Idade
  • Sedentarismo
  • Obesidade
  • Consumo de bebida alcoólica

 

A lista é longa, porém o importante neste momento é você saber que: o implante mamário NÃO faz parte dela.  Ou seja:

 

Não há nenhuma relação entre câncer de mama e prótese de silicone!

 

Logo, você deve estar se perguntando: como surgiu essa história de que a prótese de silicone causa câncer de mama? Conheça a resposta logo abaixo!

 

#2. Há alguma prótese de silicone que causa câncer?

 

Recentemente, começamos a ter notícias de que há um tipo específico de prótese de silicone que causa câncer. Isso ocorreu após a FDA, agência reguladora de saúde norte-americana, apresentar dados de uma correlação entre um tipo raro de câncer, o linfoma anaplásico de células grandes e a prótese de mama.

 

FDA silicone que causa cancer
FDA é a agência reguladora de saúde norte-americana.

 

De acordo com a matéria publicada pela Food and Drug Administration (FDA), desde setembro de 2018 foram diagnosticados apenas 573 casos em todo o mundo.

 

Ou seja, quando comparamos aos milhões de procedimentos de prótese de silicone que são realizadas anualmente, esse é um tipo raríssimo de câncer.

 

Além disso, das pacientes diagnosticadas com linfoma anaplásico de células grandes, 80% tinham prótese de mama da marca Allergan. Isso segundo artigo publicado na Veja.

 

Os tipos de próteses envolvidos nesses casos foram recolhidos pela marca e não são mais distribuídos ou vendidos em nenhum país.

 

Em 2019, a vigilância sanitária da França também se mobilizou e, por medida de precaução, proibiu o uso de vários implantes mamários, conforme matéria publicada no Portal UOL.

 

Entre as marcas proibidas no território francês, estão: Arion, Sebbin, Nagor, Eurosilicone, Polytech e Allergan.

 

De acordo com artigo publicado na Revista Brasileira de Cirurgia Plástica, no Brasil, segundo maior mercado mundial de implante mamário, há relato de apenas um caso.

 

Dizer que prótese de silicone causa câncer é uma grande mentira. Não caia nessa Fake News!

 

O linfoma anaplásico de células grandes é extremamente raro e está relacionado a um tipo específico de prótese de silicone.

 

O que é linfoma anaplásico de células grandes?

 

O linfoma anaplásico de células grandes, também conhecido pela sigla em inglês BIA-ALCL, se desenvolve na cápsula que é formada ao redor da prótese. Ou seja, não é um tipo de câncer do tecido mamário, mas sim um linfoma não-Hodgkin, que se origina nas células do sistema linfático e se espalha de forma desordenada.

 

linfoma anaplasico celulas grandes protese
Extremamente raro, o linfoma anaplásico de células grandes se desenvolve ao redor da prótese.

 

Segundo artigo publicado no Portal PEBMED, esse linfoma foi diagnosticado, em média, 9 anos depois da colocação do implante, em mulheres com média de idade de 52 anos.

 

E, como mencionamos acima, essa é uma doença raríssima, relacionada a alguns tipos de implante um tipo específico de implante.

 

Na época que a FDA notificou a Allergan, ela recolheu todas as linhas de implantes envolvidas, isso no mundo todo. Atualmente, essas próteses não estão mais disponíveis no mercado.

 

Para quem já tem a prótese, precisamos ressaltar que o risco de desenvolver esse tipo de câncer é extremamente pequeno. Por isso, os especialistas não recomendam a retirada do implante.

 

É importante lembrar também que, quanto mais cedo o linfoma anaplásico de células grandes for diagnosticado, maiores são as chances de cura.

 

#3. Ao colocar prótese de silicone, câncer de mama é mais difícil de diagnosticar?

 

A prótese de silicone não impede o diagnóstico do câncer de mama mas, dependendo do caso, ela pode dificultá-lo pelo autoexame. Por exemplo, ao colocar o implante atrás do músculo, não afetaria em nada a identificação da doença. Mas, quando a prótese fica alojada entre o músculo e a glândula mamária, isso pode acontecer.

 

protese silicone cancer mama diagnóstico
O implante por cima do músculo pode dificultar o encontro de nódulos.

 

Ou seja, se você coloca silicone por cima ou por baixo do músculo pode interferir no diagnóstico do câncer de mama.

 

Quando o implante fica por cima do músculo, pode atrapalhar o diagnóstico inicial, que é feito pelo autoexame.

 

Porém, há médicos que até defendem o contrário, já que o silicone projetaria as glândulas mamárias e, por isso, até facilitaria o encontro de algum nódulo na mama com prótese de silicone.

 

Independente disso, o fato é que toda mulher deve ir ao ginecologista e fazer exames de rotina anualmente. E, um deles com certeza será o Ultrassom de Mama ou a Mamografia.

 

Com esses exames é perfeitamente possível identificar um câncer de mama com prótese de silicone.

 

Qual o melhor exame para identificar um câncer de mama com prótese de silicone?

 

Tanto o Ultrassom quanto a Mamografia, são exames eficazes para diagnosticar o câncer de mama com prótese de silicone. A diferença entre escolher um exame ou outro depende das características da própria paciente. No geral, até os 35 anos os médicos indicam a ultrassonografia. E, a partir dos 40 anos, a Mamografia.

 

protese mama apos cancer exame
A Mamografia é um dos exames utilizados para identificar o câncer mamário.

 

Isso porque mamas jovens, até os 35 anos, costumam ter mais tecido fibroso e o ideal é o exame de ultrassom.

 

Porém, depois dos 40, os seios têm mais tecido gorduroso. Por isso a Mamografia passa a ser mais indicada.

 

No intervalo de 35 a 40 anos, depende muito de cada caso, porém o seu médico é capaz de avaliar e indicar a melhor opção.

 

E, no caso da Mamografia, é importante avisar o técnico sobre a prótese de mama, na hora de fazer o exame.

 

Com isso, ele é capaz de calibrar o aparelho para evitar uma pressão muito forte, que pode ser prejudicial ao implante.

 

Em relação ao autoexame, ele é importantíssimo no dia a dia, mas para ter certeza, informe ao seu médico após os exames de imagens.

 

#4. Posso colocar prótese de silicone após câncer de mama?

 

Não há nenhum problema em colocar prótese de silicone após câncer de mama. Aliás, essa é uma prática bem comum, principalmente em mulheres que passaram por uma Mastectomia (cirurgia para retirada da mama) parcial ou total. A diferença é que, quando há um histórico de doença cancerígena, o cirurgião plástico indica um tipo de implantação específica do silicone.

 

cancer mama protese silicone
O fato de que você já teve câncer não a impede de turbinar os seios.

 

Para facilitar o diagnóstico e até uma possível biópsia, caso haja o retorno da doença, o médico indica a colocação do silicone por baixo do músculo.

 

#5. É possível analisar nódulo na mama com prótese de silicone?

 

Sim, é perfeitamente possível analisar um nódulo na mama com prótese de silicone. Porém, conforme mencionamos, quando há histórico da doença, o médico indica a colocação via submuscular, ou seja, por baixo do músculo.  Esse cuidado é fundamental, pois caso surja um novo nódulo e haja a necessidade de uma biópsia, a prótese por cima do músculo pode atrapalhar.

 

nodulo mama protese silicone analise
A prótese não impossibilita o diagnóstico de um nódulo.

 

O Mastologista precisa aprofundar o estudo desse nódulo e, para isso, a biópsia é essencial. Já que com ela é possível retirar uma amostra do nódulo e examiná-la em laboratório.

 

Dependendo do local desse nódulo, é necessário retirar a prótese, quando ela está em cima do músculo. Porém, se ela estivesse abaixo, isso não seria preciso.

 

Como se faz uma biópsia de mama?

 

A biopsia na mama é realizada por meio de um agulha, que é inserida no seio até chegar ao lugar do tumor. Isso é feito com uma agulha bem fininha e guiada por ultrassom. O problema é quando a entrada dessa agulha, obrigatoriamente, passa pela prótese.

 

biopsia protese silicone cancer mama
É inserida uma agulha para fazer a biopsia da mama.

 

Nesse caso, ela precisa ser retirada. Algo que só acontece quando o implante está acima do músculo.

 

Mas quando isso ocorre, normalmente, o médico já elimina nódulo na mama com prótese de silicone.

 

Depois, ele faz a biopsia apenas para confirmar o diagnóstico, já que parte do tratamento, que é retirar o nódulo, já foi feito.

 

Nesse momento, é realizada uma análise para saber se há metástase e a necessidade de tratamentos complementares, como sessões de quimioterapia e radioterapia.

 

Quem tem a prótese retirada devido ao câncer de mama, pode, num segundo momento, após a recuperação, voltar a colocá-la.

 

Prótese de silicone não causa câncer de mama, mas…

 

Conforme nós mencionamos, não há nenhum indicio de que prótese de silicone causa câncer de mama.

 

O que aconteceu foram poucos casos de linfoma relacionados a alguns tipos específicos de implante que, inclusive, já foram retirados do mercado.

 

Apesar de não ter relação entre o câncer de mama e prótese de silicone, é sempre importante selecionar um implante de altíssima qualidade.

 

protese silicone causar cancer
Cirurgiões plásticos experientes são capazes de indicar as melhores próteses de silicone.

 

Com a experiência única de mais 15 anos, a Dream Plastic criou processos internos para selecionar as melhores próteses. Isso para garantir o máximo de segurança as nossas pacientes.

 

Só para você ter ideia, há muitos anos nós até utilizamos as próteses da Nagor e da Eurosilicone.

 

Porém, houve uma alteração no processo de fabricação e, a nossa junta médica, constatou que com isso teve uma queda na qualidade dos implantes.

 

Logo as marcas deixaram de ser indicadas pela nossa equipe.

 

Anos depois, os lotes que a gente deixou de comprar acabaram tendo problema. Mas graças a essa ação preventiva, nenhuma das nossas pacientes teve contato com qualquer marca de prótese que foi proibida ou recolhida pela ANVISA.

 

Mas além do cuidado na hora de escolher o implante, é fundamental que toda mulher:

 

Faça os exames preventivos de câncer de mama regularmente

 

Pois o câncer de mama, com ou sem prótese de silicone, pode surgir e, caso isso aconteça, quando antes a doença for descoberta, melhor!

 

autoexame cancer mama
Prótese NÃO é fator de risco para câncer de mama!

 

O autoexame você faz em casa, é algo simples, mas eficaz para descobrir nódulos. Mas ele é só um complemento, já que os exames de imagem são fundamentais também.

 

Se você sonha em turbinar os seios, não deixe que essa Fake News de que prótese de silicone causa câncer de mama te assustar.

 

Na dúvida, procure por um cirurgião plástico especialista. Além de orientá-la, ele é capaz de indicar a melhor prótese de silicone.

 

Se você ainda não encontrou o seu, que tal passar em consulta com um dos médicos mais experientes do Brasil? Entre em contato e reserve seu horário agora! Você pode fazer isso até por whatsapp, basta clicar no ícone acima.

 

 

Gostou do artigo sobre Câncer de Mama e Prótese de Silicone? Ajude mais pessoas com esse conteúdo, clique nos links abaixo e divulgue AGORA! 

 


 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP




Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!