Como evitar e tratar estrias na gravidez? Conheça os primeiros sinais, cremes, óleos e a cura definitiva!


estrias gravidez barriga
Estrias na barriga são um dos efeitos colaterais mais temidos na gravidez.

 

Como evitar e tirar estrias na gravidez é o que você quer saber?

 

Vem com a gente!

 

A Stephanie fez de tudo para se prevenir das terríveis marquinhas na barriga.

 

Usou óleos e cremes famosos que não evitaram esse problema.

 

Após 5 meses, começaram a surgir estrias na sua barriga de grávida, vermelhas e roxas.

 

Entre a região íntima e o umbigo. 

 

Ao se olhar no espelho, Stephanie se sentia muito mal.

 

Pois apesar de amar a experiência de se tornar mãe, ela não esperava por esse efeito no seu corpo.

 

Você se identifica com essa história?

 

Nós somos a Dream Plastic, a melhor clínica de cirurgia plástica de São Paulo.

 

A única com milhares de resultados comprovados e a mais recomendada no Google.

 

Neste texto você vai conhecer a experiência da Stephanie e aprender tudo sobre:

 

 

Siga com a gente até o final!

 

Esclareça suas dúvidas!

 

Primeiros sinais de estrias na gravidez

 

Entre os primeiros sinais estão a coceira, vermelhidão e inflamação da pele. As estrias vermelhas na barriga começam a aparecer na gravidez a partir de 25 semanas ou 6 meses de gestação. Época de maior desenvolvimento do bebê.

 

como começam estrias gravidez
Linhas inflamadas na barriga são um alerta para o aparecimento de estrias.

 

Para você entender melhor, as estrias são cicatrizes que se formam por conta do estiramento da pele e da perda de colágeno.

 

E é por isso que aparecem na gestação.

 

Pois, durante esse período, a barriga estica-se rapidamente devido ao ganho de peso.

 

Foi assim com a Stephanie, que ficou com a barriga cheia de manchas vermelhas.

 

Ela tinha tanta, mas tanta vergonha disso, que parou de registrar a evolução da sua barriga de mãe.

 

E as fotos que antes eram sinônimos de momentos felizes, tornaram-se uma chuva de pensamentos infelizes.

 

Pode até parecer bobagem, mas você também já deve ter entrado em conflito…

 

Entenda melhor como os riscos na pele se desenvolvem:

 

Como começam as estrias na gravidez?

 

A princípio, nascem marcas vermelhas ou roxas que, após algum tempo, mudam de tonalidade para a cor branca.

 

Quando as estrias na gravidez são vermelhas, há a possibilidade de tratá-las com cremes e óleos. Mas, é possível tratá-las no sentido dessas marquinhas ficarem menos extensas, ou seja, mais discretas. Pois após nascerem não somem totalmente.

 

E, após tornarem-se brancas, nem os tratamentos para minimizá-las funcionam.

 

Segundo um estudo publicado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, de 164 mulheres, 98 (59,8%) tiveram uma gravidez com estrias na barriga. Complicado, né?

 

Isso acontece porque o nascimento desses tipos de linhas é um processo natural do corpo.

 

Você pode fazer a sua parte se prevenindo com cremes, óleos ou pomadas.

 

Mas não há como evitar que a barriga na gravidez cresça rapidamente.

 

Esse estudo foi feito com mulheres atendidas por hospitais públicos e privados. Publicado na revista Surgical & Cosmetic Dermatology da SBD. Saiba mais aqui!

 

Agora que você já entendeu melhor como elas nascem, descubra como evitá-las!

 

Como evitar as estrias na gravidez: melhores dicas!

 

Como comentamos acima, não há um método preventivo 100% eficaz. Já que não tem como evitar o estiramento da pele.

 

Contudo, existem fatores de risco que aumentam as chances de você ter marquinhas no corpo e algumas dicas para diminuir esse perigo.

 

Conheça cada um agora!

 

1 – Cor da pele: a pele de tonalidade negra tem mais chances de ficar com a pele marcada numa gestação do que mulheres brancas.

 

2 – Idade: mulheres mais jovens têm maior probabilidade de ficar com a pele marcada. P por ter a pele mais firme, as fibras se rompem mais facilmente. Mulheres com mais de 30 anos correm menos riscos.

 

3 – Genética: a genética é um fator importante no nascimento de linhas vermelhas na gestação. Observe as mulheres da sua família. Caso elas tenham marquinhas na pele, maiores são as chances de você ter.

 

4 – Primeira Gestação: Após a primeira gravidez a pele da gestante estará mais flexível quanto ao estiramento da pele e a probabilidade de nascerem cicatrizes vermelhas diminui.

 

5 – Alterações hormonais: alguns tipos de hormônios, como o cortisol e o estrogênio, induzem as fibras da pele a se romperem com mais facilidade durante a gestação.

 

[ATENÇÃO] Antes de apresentar os métodos de prevenção de estrias na gravidez, nós pedimos que você não faça nenhum tipo de teste com cremes, óleos ou pomadas. Converse com o seu médico e siga as recomendações dele.

 

Descubra como prevenir estrias na gravidez com 3 dicas:

 

Ganhe até 15kg na gestação

 

Ganhar mais peso do que o necessário para o crescimento saudável do bebê aumenta os riscos de ter uma barriga flácida cheia de marquinhas.

 

O recomendado é que a mulher ganhe no máximo 15kg. Claro, no ponto de vista dermatológico pensando na pele estriada.

 

Um estudo publicado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, constatou que de 100 mulheres, 50% das que ganharam até 15kg tiveram estrias.

 

Enquanto 75% das 64 mulheres que ganharam mais de 15kg tiveram manchas na pele.

 

Portanto, invista numa alimentação balanceada para evitar estrias na gravidez.

 

Nós separamos alguns fatores que vão te ajudar nessa jornada:

 

  1. Prefira alimentos integrais.
  2. Beba 2 litros de água por dia.
  3. Faça exercícios físicos recomendados pelo seu médico.
  4. Consuma alimentos ricos em vitaminas A, C e E. Como laranja, batata-doce, banana, fígado e gema de ovo.
  5. Evite alimentos gordurosos, refrigerantes, doces e o excesso de sal.

 

Reforce a hidratação da pele e evite banhos muito quentes

 

Para evitar estrias no período gestacional, será preciso reprimir qualquer fonte de ressecamento da pele.

 

Portando, use cremes e óleos para aumentar a hidratação e evitar a perda de colágeno do corpo.

 

Os melhores cremes para evitar estrias na gravidez são os que contêm as vitaminas A e E na composição.

 

Continue lendo para conhecer os cremes, óleos e pomadas para tratar estrias em gestantes. Vamos revelar detalhes e te passar um Guia Completo sobre o assunto!

 

Mas uma coisa que pouca gente sabe, é que não adianta reforçar a hidratação da pele se você costuma tomar banho de água quente.

 

Porque, a hidratação que você faz na pele é perdida nos banhos quentinhos.

 

Eu sei que é uma delícia.

 

Mas a água fervente agride a pele.

 

Irritando-a e deixando-a ressecada.

 

Então, dê adeus aos banhos quentes e olá aos banhos mornos.

 

fazer evitar estrias gravidez
Veja dicas para evitar estrias na gestação. 

 

Evite passar por momentos de estresse

 

O estresse libera o excesso do hormônio conhecido pelo nome de cortisol.

 

Esse hormônio é produzido naturalmente pelo corpo.

 

Mas em grandes quantidades, reduz a elasticidade da pele e promove o aparecimento de estrias vermelhas na gravidez.

 

A Stephanie confessa que passou por dias estressantes.

 

Mas nada fora do normal.

 

Era a sua primeira gestação e vivia dias bons e ruins.

 

Como tudo na vida.

 

Quando descobriu a relação do estresse com os “riscos” na pele ficou preocupada.

 

Por isso é importante ressaltar que nenhum desses fatores causam ou previnem com 100% de eficácia.

 

São apenas medidas para você tomar e diminuir a probabilidade de ter marcas na pele.

 

Como a Stephanie já estava com a barriga muito marcada, começou a investir ainda mais em cremes que foram recomendados por sua ginecologista.

 

Você já pensou em fazer parte de um grupo exclusivo de Cirurgia Plástica? Clique no botão abaixo e faça sua solicitação. Você vai encontrar resultados incríveis de pacientes da Dream Plastic!

 

Estrias na gravidez

Cremes para evitar estrias na gravidez

 

Os hidratantes para prevenir e amenizar estrias vermelhas durante a gravidez são importantes porque contêm ativos que retém a água na pele e estimulam a produção de elastina. Assim como as pomadas. Saiba mais!

 

creme estrias gestante
Hidratar a pele é a dica mais famosa para evitar estrias na barriga.

 

Mas, enquanto os cremes são indicados para tratar áreas extensas, as pomadas são recomendadas para áreas menores.

 

Como os joelhos ou seios.

 

Por questões financeiras rs.

 

Afinal, você precisará comprar muitas pomadas para tratar todas as áreas marcadas a longo prazo e com resultados.

 

Entretanto, nos dois casos, a grande vantagem é o baixo custo.

 

E a desvantagem o resultado lento e discreto.

 

O creme para estrias na gravidez mais conhecido é o Bepantol, na versão Derma e Baby.

 

A diferença entre as duas versões é mínima, e a mudança mais visível está na textura.

 

Ambos contêm em sua fórmula lanolina, pantenol e óleo de amêndoas doces.

 

Os principais ativos desse creme são responsáveis por reforçar a camada protetora da pele evitando o ressecamento.

 

O preço varia entre R$23,00 e R$30,00. Ele pode ser encontrado em farmácias e e-commerce.

 

No nosso texto sobre estrias, contamos cada detalhe dos tratamentos com cremes, óleos, pomadas e receitas caseiras.

 

Você vai conhecer o preço, as principais informações de cada tratamento e entender porque eles não são tão efetivos assim.

 

Clique aqui para aprender mais sobre cremes para acabar com estrias.

 

Óleos para passar em estrias na gravidez

 

oleo evitar estrias gravidez
Use somente óleos vegetais para prevenir estrias na gravidez!

 

Os óleos também criam uma barreira protetora que impede a perda de água mantendo a pele mais elástica.

 

Existem dois tipos de óleos: os minerais e os vegetais.

 

Porém, mulheres grávidas são PROIBIDAS de passar óleo mineral na pele.

 

Pois podem conter impurezas que prejudicam a hidratação da epiderme.

 

Entre os melhores óleos para evitar estrias na gravidez estão os óleos de amêndoas, rosa mosqueta e girassol.

 

Quando começaram a aparecer cicatrizes na Stephanie, ela passou a usar o óleo de amêndoas duas vezes ao dia, em grandes quantidades.

 

Estava desesperada!

 

Mas apesar do seu empenho, não conseguiu se livrar das marquinhas.

 

Vamos entender melhor como age o óleo de amêndoas na gestação.

 

Óleo de amêndoas para evitar estrias na gravidez

 

O óleo de amêndoas é feito com a amêndoa doce. Sua fórmula é rica em vitaminas A, B1, B2 e B6, ácidos graxos e proteínas.

 

É indicado para manter a elasticidade do corpo, evitar o ressecamento da pele, melhorar a aparência do cabelo e prevenir estrias vermelhas na barriga no período de gravidez.

 

Esse óleo custa entre R$5,69 e R$75,00 e pode ser usado duas vezes ao dia, massageando todo o corpo com movimentos circulares.

 

Mas não esqueça, qualquer creme, óleo ou pomada deve ser utilizado somente com autorização do seu médico.

 

Em nenhuma hipótese utilize antes de passar em consulta.

 

A Stephanie até notou que algumas riscas tinham ficado mais claras, mas o resultado era tão discreto que não a deixou animada.

 

Imaginava como ficaria sua barriga no pós-parto e quando poderia usar novamente um biquíni na praia e uma blusinha mais curta e colada.

 

Seu maior sonho era sair do hospital com o bebê no colo e seu corpo de volta.

As estrias somem depois da gravidez?

 

As estrias não somem depois da gravidez. A gestante pode ter melhora na aparência das riscas vermelhas se hidratar da maneira correta. Mas após se tornarem brancas, a pele ficará marcada. Entenda o porquê!

 

barriga flacida estrias depois gravidez
Após o parto e a amamentação, a mulher passa por transformações físicas e psicológicas.

 

No pós-parto a mulher passa por muitas transformações emocionais e físicas.

 

E um dos efeitos colaterais dessa experiência, muitas vezes, é uma barriga flácida com estrias.

 

Geralmente, nessa fase as marquinhas já se transformaram em brancas. E muitas mulheres começam a buscar por procedimentos estéticos para tratá-las.

 

Pois durante a gestação não podem fazer nenhum tipo de tratamento com agulhas ou ácidos químicos.

 

Apesar desse tipo de procedimento ter um resultado muito melhor do que receitas caseiras ou cremes, não consegue removê-las definitivamente.

 

Se você está passando por uma gestação, assim como a Stephanie passou, ficou com uma barriga com estrias no pós-parto e está pensando em encarar procedimentos estéticos, vai gostar de ler um artigo.

 

Nós listamos todos os tipos de tratamentos, como microagulhamento e laser Co2 e revelamos o preço, como, e se funcionam. Descubra como tirar estrias com procedimentos estéticos! 

 

Assim, você vai entender melhor porque essa não é a solução definitiva.

 

Esse tipo de tratamento pode ajudar a disfarçar as marcas brancas ou vermelhas.

 

Sinta-se livre para ler o texto e buscar alternativas.

 

Como tratar estrias da barriga após a gravidez?

 

estrias gravidez tratar
Existe tratamento definitivo para estrias depois da gravidez?

 

Existem duas formas de lidar com as estrias depois da gravidez.

 

E, apesar de bonito, uma delas é muito difícil.

 

Você pode aceitar essa mudança no seu corpo e mentalizar que elas estão ali porque fazem parte da sua história.

 

São as marcas de amor que você herdou do seu bebê.

 

Será uma jornada de aceitação e autoconhecimento que só depende de você.

 

Mas se esse não for o seu caso e a aparência da sua barriga realmente te faz mal. Busque ajuda.

 

Não tem nenhum problema em fazer isso.

 

Estrias após a gravidez tem cura sim.

 

E a solução para tirá-las é a Cirurgia Plástica.

 

Pois ela remove toda a pele marcada da região do abdômen deixando a barriga lisinha, torneada e sem manchas.

 

Você quer fazer parte de um grupo fechado de Cirurgia Plástica? Clique no botão abaixo e faça sua solicitação. Você vai encontrar resultados incríveis de pacientes da Dream Plastic!

 

Estrias na gravidez

Quando fazer uma cirurgia plástica para estrias de gravidez?

 

Essa cirurgia pode ser feita após cerca de 4 meses depois do término da amamentação. E apenas se a paciente tiver flacidez suficiente na região inferior do abdômen. Entenda melhor!

 

Conheça tudo o que você precisa saber sobre a cirurgia para tirar estrias depois da gravidez.

 

A Stephanie ainda não sabe se ficará com a pele marcada após o puerpério, mas agora que vê a solução e seu coração está quentinho.

 

A sensação é reconfortante.

 

Está pronta para curtir o nascimento do bebê e embarcar na nova jornada que a vida reserva.

 

Gostou do artigo sobre Estrias na Gravidez? Ajude mais pessoas com este conteúdo, clique no link e divulgue.

Compartilhe no Facebook

Esclareça suas dúvidas!


 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP




Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!