Estômago alto: como acabar com a diástase por meio de exercícios, alimentação, e Abdominoplastia?


 

Estômago alto
Descubra como acabar com estômago alto neste texto exclusivo!

 

 

É só colocar uma roupa um pouco mais justa e pronto, lá está o estômago alto querendo roubar a cena.

 

Essa era uma reclamação constante na vida de Andressa, que apesar de não estar tão acima do peso, sofria com aquele volume extra logo abaixo dos seios.

 

Mas como acabar com estômago alto? Bom, um dos primeiros passos para reverter essa situação é saber o que causa estômago alto.

 

Assim, fica mais fácil encontrar soluções de como diminuir estômago alto ou até de eliminar o problema de uma vez.

 

Chega de sofrer com o estômago alto e inchado! Neste texto você vai descobrir…

 

 

Esclareça suas dúvidas!

 

O que é estômago alto?

 

O estômago alto é uma distensão abdominal, ou seja, é quando a região logo abaixo das mamas e acima do umbigo fica visivelmente mais elevada. Não é uma situação apenas estética. É comum que o estômago alto e inchado venha acompanhado de uma constante sensação de estufamento. Em alguns casos, gera mal estar intestinal e até dificuldade para respirar. Tudo isso pode ser provocado pela alimentação, falta de atividades físicas, gestação

 

como diminuir estomago alto
Estômago alto é quando a área entre as mamas e o umbigo fica visivelmente mais elevada.

 

 Mas antes de detalharmos o que causa estômago alto, é importante entender que estômago alto é diferente de barriga grande. Essa está relacionada ao acúmulo de gordura, que pode ser subcutânea ou visceral.

 

Quando falamos de dicas para diminuir estômago alto, o foco não é a gordura, pois as causas são outras, conforme você verá a seguir:

 

Mas o que causa estômago alto?

 

A causa do estômago alto está ligada a diferentes fatores, entre os principais estão: alimentação, sedentarismo e gravidez. O problema não tem relação direta com o peso, por isso é comum que mulheres magras também sofram com estômago alto. O que fazer para resolver essa situação depende muito de identificar a causa.

 

Na busca de como reduzir estômago alto, é importante levar em consideração que, muitas vezes, não há uma única causa responsável. Confira abaixo quais são elas.

 

 

alimento causa estomago alto
Alimentos ricos em gordura e açúcar podem deixar o estômago alto.

 

Alimentação

 

Rever o que e como você come pode ser a solução de como diminuir estômago alto. Já que, por exemplo, alimentos ricos em gordura e açúcar sofrem fermentação no organismo. Isso gera gases e, consequentemente, há a distensão abdominal.

 

Logo, o consumo de alimentos que provocam gases interfere na situação. Por exemplo:

 

  • Feijão
  • Ovos
  • Batata
  • Brócolis
  • Repolho

 

Outra causa é o fato de você comer muito rápido ou de beber durante as refeições.

 

Quem busca como acabar com o estômago alto também deve ficar atento à quantidade das porções. Pois o excesso de comida de uma só vez vai piorar a situação.

 

Problemas Intestinais

 

Muitas vezes o estômago alto está relacionado a problemas intestinais que causam gases e inflamação. Isso torna a parte interna do abdômen mais volumosa, comprimindo a pele e deixando a região saliente e dura.

 

Além disso, o organismo de algumas pessoas tem predisposição para reagir com uma ação inflamatória a alguns alimentos. É um problema de metabolismo alimentar.

 

Por exemplo, nos casos de intolerância à lactose ou ao glúten.

 

Devido à dificuldade de o organismo digerir essas substâncias, a pessoa acaba sofrendo com diarreia, cólicas e gases. O que atrapalha ainda mais a busca de como diminuir o estômago alto.

 

Sedentarismo

 

 

estômago alto causas sedentarismo
Evite ser sedentário para não enfraquecer os músculos abdominais.

 

 

O sedentarismo é um dos principais responsáveis pelo estômago alto, já que a falta de exercícios enfraquece o músculo reto abdominal.

 

Quando somamos essa situação aos problemas de indigestão e gases, a parede abdominal não aguenta a pressão e fica estufada, gerando o estômago alto. Como eliminar esse problema deixa de ser apenas uma questão alimentar e passa a ser de atividade física.

 

Logo, é preciso procurar por exercícios para estomago alto, ou seja, que fortaleçam essa região.

 

Estômago alto na gravidez

 

O estômago alto na gravidez pode ser dividido em dois momentos: antes e depois que o bebê nasce.

 

Durante a gestação, isso ocorre porque o útero aumenta, comprimindo o estômago, que tende a ficar mais alto. Logo, a digestão também fica lenta e a mulher se sente mais inchada.

 

Quando falamos de estômago alto na gravidez após o parto, normalmente, está relacionado ao enfraquecimento dos músculos abdominais e a diástase.

 

O que é diástase?

 

A diástase é caracterizada pela abertura dos músculos abdominais. Para você entender melhor, a região abdominal tem dois filetes de músculos ligados por uma faixa branca, chamada de linha Alba. Após a gestação, eles podem ficar separados devido à pressão causada pelo aumento do útero.

 

A diástase do reto abdominal, como é conhecida, acontece mesmo quando a mulher não tem problemas de indigestão ou gases. Isso porque o músculo está separado, sendo incapaz de conter o conteúdo abdominal.

 

diastase antes e depois
Na imagem é possível ver os músculos abdominais separados, problema conhecido como diástase.

 

Mas como saber se estou com diástase? Descubra a seguir.

 

Como saber se estou com diástase?

 

Para descobrir se você está com diástase é preciso fazer um ultrassom da parede abdominal.

 

Com o exame você tem certeza do diagnóstico e aí sim deve procurar como se livrar da diástase. Já que o estômago alto pode estar relacionado apenas com o sedentarismo e a alimentação.

 

ultrassom saber estou diastase
O ultrassom da parede abdominal é o exame usado para descobrir se você tem diástase.

 

Algumas situações favorecem o desenvolvimento da diástase, como:

 

  • Múltiplas gestações
  • Gravidez de gêmeos
  • Parto com bebê de mais de 4 kg

 

Mas engana-se quem pensa que apenas a gestação causa diástase. Antes e depois de ter bebê o problema pode surgir devido ao sedentarismo e com o simples hábito de levantar objetos muito pesados numa postura incorreta.

 

Estômago Alto: o que fazer?

 

Andressa começou a buscar como desinchar estômago alto e descobriu todas essas causas ao visitar um Gastroenterologista, médico especializado em doenças do aparelho digestivo.

 

No seu caso, que sofria há meses com estômago alto, as causas eram várias. Além da diástase, seus hábitos pioravam a situação.

 

Aliás, dificilmente o que causa estômago alto é um único fator. Eles agem de forma combinada, gerando bastante incômodo. Mas o problema tem solução… 

 

Como diminuir estômago alto?

 

mulher duvida eliminar estomago alto
Na busca de como diminuir o estômago alto, pense sobre mudar seus hábitos alimentares!

 

Para diminuir o estômago alto você pode mudar seus hábitos alimentares e focar em alguns exercícios para estomago alto.

 

Essas ações tendem a reduzir os problemas intestinais e evitar o acúmulo de gases. No caso de quem tem intolerância alimentar, aí não tem jeito, é preciso cortá-los da sua dieta.

 

O ideal é que você procure um médico especializado para entender o que exatamente está causando o seu estômago alto. Como eliminar vai depender desse diagnóstico.

 

Mas, no geral, mudar alguns hábitos alimentares pode ajudar.

 

5 dicas para diminuir estômago alto com a alimentação

 

alimentação desinchar estomago alto
Aposte em frutas e verduras que melhorem o funcionamento do seu intestino.

 

  • Distribua suas refeições ao longo do dia. Coma mais vezes, porém em quantidade menores.
  • Reduza o consumo de alimentos ricos em açúcar e gordura, como refrigerantes, frituras e fast food.
  • Invista em itens que melhoram o funcionamento do intestino, como fibras, frutas e verduras.
  • Beba pelo menos 2 litros de água por dia, mas não durante as refeições.
  • Coma devagar e mastigue bem os alimentos.

 

Exercícios para estômago alto

 

Infelizmente, os exercícios para estômago alto não tem o poder de acabar com o problema. Mas eles são grandes aliados na prevenção.

 

Isso porque, ao manter o músculo abdominal tonificado, você faz com que a região fique mais forte e seja capaz de conter o conteúdo do abdômen. Nesse caso, aquele estômago alto e inchado, não ficará mais visível.

 

Então, se você prevenir o problema com exercícios para estômago alto, aposte em variações de abdominais. Veja mais abaixo!

 

3 exercícios para fortalecer seu abdômen

 

exercícios estomago alto
Variações de abdominais ajudam a fortalecer os músculos da região.

 

1: deitada, com as duas pernas num ângulo 90º, faça abdominais combinando o movimento da cabeça com o dos troncos.

 

2: na mesma posição, você pode manter o tronco fixo e levantar apenas o bumbum, mantendo as pernas num ângulo de 90º.

 

3: Ainda deitada, você pode manter a posição anterior, porem deixando o bumbum fixo e movimentando apenas os braços.

 

No caso da Andressa, seus hábitos alimentares e a falta de atividade estavam apenas agravando o problema. Isso porque, após duas gestações, ela teve diástase.

 

E, nesse caso, exercícios e alimentação não iriam resolver.

 

A jovem já estava cansada de sentir aquela sensação de estufamento. Pior, não aguentava mais se olhar no espelho e se ver mais gorda do que realmente estava.

 

Por isso, escutou a indicação do médico e foi procurar a solução definitiva de como eliminar estômago alto.

 

Como acabar com estômago alto?

 

solução como acabar estomago alto
A Abdominoplastia, além de acabar com o estômago alto, elimina flacidez de pele abdominal.

 

Para acabar com o estômago alto causado pela diástase a solução mais eficaz é a Abdominoplastia.

 

Nessa cirurgia para estômago alto o médico faz a plicatura dos músculos abdominais. Ou seja, ela dá alguns pontos nos músculos reto abdominais para fazer a amarração deles.

 

Um dos principais objetivos da Abdominoplastia é remover flacidez. O resultado é a famosa barriga chapada. Aí muita gente pergunta, mas a abdominoplastia emagrece quantos quilos?

 

É importante ressaltar que esse não é o objetivo do procedimento. Saiba mais sobre a Abdominoplastia aqui!

 

Como é feita a cirurgia para estômago alto?

 

A cirurgia para estômago alto é capaz de juntar os músculos abdominais que sofreram diástase por meio da plicatura. Abdominoplastia, como também é conhecida a cirurgia, corrige o afastamento vertical dos músculos, independente do quanto eles estão afastados. No procedimento, a plicatura dos músculos abdominais é feita com fios resistentes e que não são absorvíveis pelo organismo. Ou seja, eles permanecem com o passar dos anos e você não volta a ter estômago alto após abdominoplastia.

 

plicatura abdominoplastia
Na imagem é possível ver a plicatura dos músculos abdominais.

 

Para sua segurança, a cirurgia para estômago alto deve ser feita em ambiente hospitalar e com um cirurgião plástico especializado.

 

O procedimento dura entre 2 e 5 horas. Médicos mais experientes utilizam a anestesia peridural com sedação por oferecer uma recuperação mais rápida e ainda reduzir o risco de Trombose Venosa Profunda. Mas também pode ser usada a anestesia geral.

 

Diástase antes e depois

 

Imagina conquistar uma barriga chapada e dar adeus a diástase? Antes e depois da Abdominoplastia é assim.

 

Porém é difícil encontrar fotos de diástase antes e depois, já que, normalmente, as mulheres têm vergonha de mostrar seu antes publicamente.

 

Mas quem busca por como se livrar da diástase com a cirurgia para estômago alto, com certeza vai ver essas imagens.

 

Você mora em São Paulo e quer ver o antes e depois de quem fez a Abdominoplastia?

 

Então você precisa fazer parte do maior grupo de pacientes do Brasil.

 

Nele, além de fotos de antes e depois, você conhece histórias reais, vê depoimentos e pode conversar livremente com quem passou por essa experiência.

 

O que está esperando? Solicite seu acesso no link abaixo e responda a três perguntas simples!

 

Estômago alto

 

Fiz Abdominoplastia e continuo com barriga

 

Nas semanas após a cirurgia para estômago alto, algumas mulheres reclamam do resultado: “Fiz abdominoplastia e minha barriga continua grande” ou “Fiz abdominoplastia e minha barriga está dura”.

 

Na maioria dos casos isso acontece devido aos edemas comuns em qualquer cirurgia. Ou seja, o inchaço provocado pelo acúmulo de líquidos dá a impressão de continuar com o estômago alto depois da abdominoplastia. O inchaço pode durar de 3 a 5 semanas.

 

pós-operatório cirurgia estomago alto
A Drenagem Linfática ajuda a reduzir o inchaço após a Abdominoplastia.

 

Para diminuir esse incômodo, os médicos indicam sessões de Drenagem Linfática Pós-cirúrgica. A massagem ajuda na redução do inchaço e também melhora a circulação.

 

Outro cuidado importante para evitar a sensação de que você fez Abdominoplastia e continua com barriga é usar a malha de compressão. Ela aperta, reduzindo inchaços e evitando a formação de líquidos.

 

Na Abdominoplastia, músculo pode afrouxar?

 

Na Abdominoplastia o músculo não volta a afrouxar. Isso só acontece se tiver um esforço grande, como de uma nova gravidez.

 

A técnica e a linha utilizada para amarrar os músculos são pensadas para mantê-los juntos, evitando uma nova diástase.  Rompimento da plicatura abdominal é algo muito raro de acontecer.

 

Estômago alto após Abdominoplastia pode voltar?

 

estomago alto após abdominoplastia
O rompimento da plicatura abdominal, após a Abdominoplastia, é algo muito raro de acontecer.

 

O estômago alto depois da Abdominoplastia pode voltar, mas isso é incomum. Já que, no geral, a plicatura dos músculos abdominais é bem feita e resolve a diástase de forma definitiva.

 

Porém, quando a mulher tem problemas gástricos e não muda seus hábitos alimentares, a sensação de estufamento pode voltar.

 

Nesse caso, o ideal é fazer um ultrassom da parede abdominal só para ter certeza se não há rompimento plicatura abdominal. Se ela estiver preservada, o problema do estômago alto após abdominoplastia é uma questão alimentar.

 

O ideal é procurar um gastroenterologista para identificar quais alimentos estão causando essa inflamação de forma tão intensa. Você poderá fazer exames para identificar uma possível intolerância alimentar ou até uma Gastrite.

 

Depois da abdominoplastia a barriga volta?

 

Em geral, depois da abdominoplastia a barriga não volta. Mas a paciente precisa manter o resultado, já que quem faz abdominoplastia engorda de novo se não tomar cuidado.

 

Porém, raramente os quilinhos a mais serão responsáveis pelo rompimento da plicatura abdominal.

 

Existe a possibilidade de a diástase voltar apenas no caso de uma nova gestação ou até de um esforço exagerado no pós-operatório. Já que, em ambos os casos, a plicatura dos músculos abdominais pode romper.

 

Mas fica tranquila. Se isso acontecer e você quiser, pode fazer abdominoplastia duas vezes.

 

Fiz abdominoplastia e engordei e agora?

 

quem faz abdominoplastia engorda novo
Ao ganhar alguns quilos, após a Abdominoplastia, não significa que você volta a ter diástase.

 

Engordei após a Abdominoplastia… Isso não significa voltar a ter diástase ou até flacidez de pele. Porém se você, após Abdominoplastia, volta a engordar muito e em seguida emagrece, o excesso de pele pode aparecer.

 

Vale reforçar que a Abdominoplastia não substitui a perda de peso. O objetivo da cirurgia é eliminar pele flácida e diástase.

 

Chega de conviver com o temido estômago alto!

 

Ninguém vive bem quando está infeliz consigo mesmo. Andressa sabia disso melhor do que ninguém. Sua filha mais nova tinha 2 anos quando ela resolveu dar um pouco de atenção a si mesma.

 

Após a consulta com o Gastro, ela conversou com um cirurgião plástico experiente. A cirurgia para estômago alto iria resolver seu problema de diástase e muito mais…

 

Isso porque ela eliminaria a pele que sobrou depois no nascimento da Clarinha.

 

Andressa entrou para o grupo de pacientes da Dream Plastic e percebeu o quanto a sua insatisfação era comum.

 

Mas também descobriu que era preciso tomar alguns cuidados para não correr riscos desnecessários e, claro, ter um ótimo resultado.

 

Como acabar com o estômago alto e ficar feliz com o resultado!

 

estomago alto após abdominoplastia resolvido
A cirurgia para estômago alto é a solução para resolver esse e outros problemas!

 

A qualidade do resultado de uma abdominoplastia depende da experiência do cirurgião plástico escolhido e também da dedicação da paciente durante a fase de recuperação.

 

Os cuidados pré e pós-operatórios devem ser seguidos rigorosamente. Por isso, é fundamental escolher uma clínica que ofereça suporte total.

 

Esse acompanhamento é tão importante, que aqui na Dream Plastic você tem consultas ilimitadas até a sua alta médica. Sem contar o Disk Enfermagem, um canal direto com a equipe de enfermagem da clínica para você esclarecer dúvidas e receber orientações.

 

Esse suporte completo, e o fato do seu cirurgião plástico ser um dos mais experientes do Brasil, foram decisivos na escolha da Andressa. Ela operou já tem quase 1 ano.

 

Foi a melhor decisão da sua vida!

 

Depois da cirurgia Andressa mudou seus hábitos alimentares e até começou a fazer exercícios 2 vezes por semana.

 

Seu resultado de diástase antes e depois está incrível! Ver sua barriga lisinha no espelho é uma felicidade que não tem tamanho.

 

E você? O que está esperando para resolver esse problema de vez e ainda conquistar uma barriga chapada? Entre em contato, agende a sua consulta e descubra como acabar com estômago alto de uma vez!

 

Faça como a Andressa e garante seu horário por WhatsApp, é só clicar no botão acima.

 

Gostou do artigo sobre se estômago alto? Ajude mais pessoas com este conteúdo, clique no link e divulgue! 

Compartilhe no Facebook

 

Esclareça suas dúvidas!


 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP




Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!