Mastopexia


Início » FAQ (Perguntas Frequentes) » Mastopexia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O que é Mastopexia?

É a cirurgia plástica ideal para quem precisa levantar os seios caídos. O procedimento reverte a ptose mamária, reposicionando a aréola e retirando a pele flácida.

O resultado é uma mama muito mais firme, elevada e simétrica.

Entenda mais sobre a cirurgia de Mastopexia aqui!

Para quem é indicada a Mastopexia?

As mamas sofrem diversas mudanças causadas por distúrbios hormonais, gravidez, amamentação, oscilações de peso e perda da elasticidade da pele. Por isso, o aspecto firme dos seios dão lugar às mamas caídas.

A cirurgia plástica é indicada, justamente, para as mulheres que querem reverter o caimento natural dos seios.

Quais são os tipos de Mastopexia?

Existem dois tipos de cirurgia para levantar os seios: Mastopexia com Prótese e Mastopexia sem Prótese.

A Mastopexia clássica é feita apenas para remover a flacidez dos seios. Ou seja, não utiliza a prótese de silicone para aumentar o volume. Porém, as mulheres com mamas pequenas, mas flácidas, preferem fazer uma Mastopexia com Prótese. Assim, além de resolver o problema das mamas caídas, também aumenta o tamanho dos seios e preenche o colo.

Qual o tipo de anestesia utilizada na cirurgia de Mastopexia?

Anestesia geral ou peridural. Raramente a Mastopexia poderá ser feita com anestesia local e sedação. Essa escolha é feita pelo médico Anestesiologista, por isso não se esqueça de passar em consulta com ele.

Conheça a importância da avaliação pré-anestésica aqui!

É necessário o uso de silicone na Mastopexia?

Não. A Mastopexia com Silicone é indicada para as mulheres que tem flacidez e pouco volume na mama. Isso geralmente acontece devido à perda de peso ou após a amamentação. Então, o médico sugere a colocação da prótese para complementar o volume dos seios.

Se você tem dúvidas sobre como escolher o tamanho e o modelo da prótese, clique aqui!

Como é feita a cirurgia de Mastopexia com Prótese?

O cirurgião plástico desenha as linhas de incisão para indicar as áreas, com excesso de pele, que serão removidas.

O próximo passo é a retirada de pele da mama. O médico então faz um corte ao redor das aréolas para preservá-las e reposicioná-las.

Após a retirada da pele flácida, chega o momento de colocar as próteses de silicone. Elas podem ser alojadas por cima ou por baixo do músculo peitoral, ou o meio termo, entre o músculo e o tecido.

A vantagem de fazer uma Mastopexia com Prótese é deixar as mamas esteticamente mais bonitas. Pois, além de levantar os seios e ajustar a simetria, também dá volume e proporciona um colo bem desenhado.

Como fica a cicatriz da Mastopexia?

O local da cicatriz depende muito da quantidade de pele que será retirada. Então, o cirurgião plástico pode optar pela cicatriz Mastopexia T Invertida, vertical ou periareolar (ao redor da aréola).

A Mastopexia Periareolar é a que deixa a cicatriz mais disfarçada. Entretanto, essa opção é indicada somente para quem tem pouca quantidade de pele a ser retirada.

Como evitar cicatriz hipertrófica ou queloide na Mastopexia?

Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao queloide. Entretanto, é uma situação que pode ser prevista na consulta inicial. Pessoas de pele clara têm menor probabilidade de sofrer desta complicação.

Se o médico identificar que você tem tendência a criar esse tipo de cicatrização, então ele vai agir de forma preventiva. Por exemplo, a fita de silicone para cicatriz mamoplastia.

Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo da Mastopexia?

Apesar de o resultado imediato ser muito bom, somente ao longo dos meses que as mamas atingem sua forma definitiva. As cicatrizes ficam mais finas e claras após 1 ano.

Vale ressaltar que as mamas podem voltar a cair. Principalmente, se você passar por novas oscilações de peso, gestação e amamentação. Claro que o fator idade também influencia bastante, já que a pele perde a elasticidade com o tempo.

Cuidados para o pós-operatório Mastopexia com Prótese

Para evitar complicações, você deve seguir todas as orientações médicas durante a sua fase de recuperação. Alguns cuidados são fundamentais, como:

Contenha o movimento dos braços: no começo a mobilidade é bem limitada para evitar o deslocamento da região das mamas. Por isso, a paciente não deve elevar os braços por 15 dias.

Evite fumar: o tabagismo interfere na boa cicatrização da pele, por isso fique pelo menos 1 mês sem fumar.

Respeite o repouso: durante os primeiros 30 primeiros dias você deve evitar qualquer esforço físico. Isso, para não comprometer a qualidade da sua cicatrização.

Use o sutiã cirúrgico: ele serve para diminuir o inchaço, sustentar e remodelar as mamas. Provavelmente, você vai usá-lo de forma contínua por 30 dias.

Tenha atenção na hora de dormir: você deve ficar pelo menos 1 mês sem dormir de lado ou de barriga para baixo.

Não utilize alguns medicamentos: evite todo e qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril, etc) ou medicações com efeito anticoagulante. Isso por pelo menos 15 dias depois da cirurgia.

Quando posso fazer exercícios após a Mastopexia?

Tanto para as pacientes que fizeram a Mastopexia com Prótese quanto a sem silicone, devem esperar um período de 60 dias para fazer exercícios de membros superiores. A mesma coisa vale para atividades de alto impacto, como corridas e jumpping. Em contrapartida, práticas mais leves e que utilizam os membros inferiores poderão ser realizadas após 15 dias, como caminhadas.

Quando são retirados os pontos da Mastopexia?

São retirados em torno do 7º ao 15º dia, sem grandes incômodos.

É necessário o uso de sutiã pós-cirúrgico Mastopexia?

Sim. É a principal orientação para o pós-operatório, pois o sutiã dá mais sustentação à mama, evitando que ela se movimente.

O uso do sutiã pós-cirúrgico Mamoplastia é obrigatório no 1º mês, 24 horas por dia. Ou seja, a paciente deve tirá-lo apenas para o banho.

O médico te orienta em relação ao tipo e o tamanho ideal do sutiã. Lembre-se: o uso dos modelos com aro de ferro no bojo deve ser liberados pelo cirurgião plástico.

É possível fazer uma Mastopexia pelo SUS?

Existe uma possibilidade, mas somente quando o caso é considerado uma cirurgia reparadora. Ou seja, a paciente precisa fazer alguns exames para comprovar a necessidade do procedimento.

Constatando que a Mastopexia é essencial na vida da paciente, ela entra para uma fila de espera. Que, infelizmente, pode levar anos.

Além disso, a Mastopexia pelo SUS é realizada em hospitais escolas, com o objetivo de servir de aprendizado aos médicos residentes.

Qual o preço da Mastopexia?

O valor da Mastopexia só será informado depois da avaliação presencial com o médico especializado. Esta é uma norma imposta pelo Conselho Federal de Medicina e que todos os cirurgiões plásticos devem respeitar. Durante a consulta de avaliação, o médico analisa alguns fatores, como: a quantidade de pele, o grau de flacidez e a associação com outros procedimentos.

 

Mastopexia


Regulamentação e Parcerias


Responsável Técnico: Dr. Flávio Garcia, CRM-SP 104.850
Rua Vergueiro, 2949 – 14º andar – Vila Mariana

Dream Plastic® 2017 – Todos os direitos reservados – Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo
Ligue Chat Blog