Bem-vinda à DREAM PLASTIC
Clínica referência em Cirurgia Plástica Especializada SP
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...


Dúvidas sobre Mastopexia


Tempo de leitura: 4 minutos
É a cirurgia plástica ideal para quem precisa levantar os seios caídos. O procedimento reverte a ptose mamária, reposicionando a aréola e retirando a pele flácida.
O resultado é uma mama muito mais firme, elevada e simétrica.
Entenda mais sobre a cirurgia de Mastopexia aqui!
As mamas sofrem diversas mudanças causadas por distúrbios hormonais, gravidez, amamentação, oscilações de peso e perda da elasticidade da pele. Por isso, o aspecto firme dos seios dão lugar às mamas caídas. A cirurgia plástica é indicada, justamente, para as mulheres que querem reverter o caimento natural dos seios.
Existem dois tipos de cirurgia para levantar os seios: Mastopexia com Prótese e Mastopexia sem Prótese.
A Mastopexia clássica é feita apenas para remover a flacidez dos seios. Ou seja, não utiliza a prótese de silicone para aumentar o volume. Porém, as mulheres com mamas pequenas, mas flácidas, preferem fazer uma Mastopexia com Prótese. Assim, além de resolver o problema das mamas caídas, também aumenta o tamanho dos seios e preenche o colo.
Anestesia geral ou peridural. Raramente a Mastopexia poderá ser feita com anestesia local e sedação. Essa escolha é feita pelo médico Anestesiologista, por isso não se esqueça de passar em consulta com ele.
Conheça a importância da avaliação pré-anestésica aqui!
Não. A Mastopexia com Silicone é indicada para as mulheres que tem flacidez e pouco volume na mama. Isso geralmente acontece devido à perda de peso ou após a amamentação. Então, o médico sugere a colocação da prótese para complementar o volume dos seios.
Se você tem dúvidas sobre como escolher o tamanho e o modelo da prótese, clique aqui!
O cirurgião plástico desenha as linhas de incisão para indicar as áreas, com excesso de pele, que serão removidas.
O próximo passo é a retirada de pele da mama. O médico então faz um corte ao redor das aréolas para preservá-las e reposicioná-las.
Após a retirada da pele flácida, chega o momento de colocar as próteses de silicone. Elas podem ser alojadas por cima ou por baixo do músculo peitoral, ou o meio termo, entre o músculo e o tecido.
A vantagem de fazer uma Mastopexia com Prótese é deixar as mamas esteticamente mais bonitas. Pois, além de levantar os seios e ajustar a simetria, também dá volume e proporciona um colo bem desenhado.
O local da cicatriz depende muito da quantidade de pele que será retirada. Então, o cirurgião plástico pode optar pela cicatriz Mastopexia T Invertida, vertical ou periareolar (ao redor da aréola).
A Mastopexia Periareolar é a que deixa a cicatriz mais disfarçada. Entretanto, essa opção é indicada somente para quem tem pouca quantidade de pele a ser retirada.
Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao queloide. Entretanto, é uma situação que pode ser prevista na consulta inicial. Pessoas de pele clara têm menor probabilidade de sofrer desta complicação.
Se o médico identificar que você tem tendência a criar esse tipo de cicatrização, então ele vai agir de forma preventiva. Por exemplo, a fita de silicone para cicatriz mamoplastia.
Apesar de o resultado imediato ser muito bom, somente ao longo dos meses que as mamas atingem sua forma definitiva. As cicatrizes ficam mais finas e claras após 1 ano.
Vale ressaltar que as mamas podem voltar a cair. Principalmente, se você passar por novas oscilações de peso, gestação e amamentação. Claro que o fator idade também influencia bastante, já que a pele perde a elasticidade com o tempo.
Para evitar complicações, você deve seguir todas as orientações médicas durante a sua fase de recuperação. Alguns cuidados são fundamentais, como:
Contenha o movimento dos braços: no começo a mobilidade é bem limitada para evitar o deslocamento da região das mamas. Por isso, a paciente não deve elevar os braços por 15 dias.
Evite fumar: o tabagismo interfere na boa cicatrização da pele, por isso fique pelo menos 1 mês sem fumar.
Respeite o repouso: durante os primeiros 30 primeiros dias você deve evitar qualquer esforço físico. Isso, para não comprometer a qualidade da sua cicatrização.
Use o sutiã cirúrgico: ele serve para diminuir o inchaço, sustentar e remodelar as mamas. Provavelmente, você vai usá-lo de forma contínua por 30 dias.
Tenha atenção na hora de dormir: você deve ficar pelo menos 1 mês sem dormir de lado ou de barriga para baixo.
Não utilize alguns medicamentos: evite todo e qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril, etc) ou medicações com efeito anticoagulante. Isso por pelo menos 15 dias depois da cirurgia.
Tanto para as pacientes que fizeram a Mastopexia com Prótese quanto a sem silicone, devem esperar um período de 60 dias para fazer exercícios de membros superiores. A mesma coisa vale para atividades de alto impacto, como corridas e jumpping. Em contrapartida, práticas mais leves e que utilizam os membros inferiores poderão ser realizadas após 15 dias, como caminhadas.
São retirados em torno do 7º ao 15º dia, sem grandes incômodos.
Sim. É a principal orientação para o pós-operatório, pois o sutiã dá mais sustentação à mama, evitando que ela se movimente.
O uso do sutiã pós-cirúrgico Mamoplastia é obrigatório no 1º mês, 24 horas por dia. Ou seja, a paciente deve tirá-lo apenas para o banho.
O médico te orienta em relação ao tipo e o tamanho ideal do sutiã. Lembre-se: o uso dos modelos com aro de ferro no bojo deve ser liberados pelo cirurgião plástico.
Existe uma possibilidade, mas somente quando o caso é considerado uma cirurgia reparadora. Ou seja, a paciente precisa fazer alguns exames para comprovar a necessidade do procedimento.
Constatando que a Mastopexia é essencial na vida da paciente, ela entra para uma fila de espera. Que, infelizmente, pode levar anos.
Além disso, a Mastopexia pelo SUS é realizada em hospitais escolas, com o objetivo de servir de aprendizado aos médicos residentes.
O valor da Mastopexia só será informado depois da avaliação presencial com o médico especializado. Esta é uma norma imposta pelo Conselho Federal de Medicina e que todos os cirurgiões plásticos devem respeitar. Durante a consulta de avaliação, o médico analisa alguns fatores, como: a quantidade de pele, o grau de flacidez e a associação com outros procedimentos.
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP

Facebook Dreamplastic

Instagram Dreamplastic

Receba Nossa Newsletter – #ficadica Dream Plastic

Fique por dentro de todas as novidades sobre Cirurgia Plástica, cuidados com sua beleza e os assuntos que mais bombaram nas redes sociais




Diretor Técnico Dr. Flavio Garcia – CRM-SP 104.850