Ginecomastia

A Ginecomastia é o crescimento de mamas em homens devido ao aumento excessivo das glândulas mamárias. Ela ocorre, geralmente, por um desequilíbrio hormonal que acarreta em uma produção excessiva de hormônios femininos e, assim, gera o aumento das mamas. Essa condição também pode gerar dores e incômodos.
As causas mais comuns da Ginecomastia são alterações hormonais, a puberdade, obesidade, o uso de hormônios como esteroides e tratamentos como a quimioterapia, além de fatores como o estresse e doenças relacionadas com a prolactina. Alguns remédios também podem causar o aumento de mamas em homens.
A Ginecomastia Puberal é o aparecimento de mamas em garotos adolescentes. Isso acontece devido às alterações hormonais que ocorrem nessa idade, geralmente, a partir dos 14 anos. Cerca de 70% dos jovens apresentam o crescimento das mamas nesse período.
As diferenças entre a Ginecomastia Unilateral e Bilateral são bem visíveis. No caso da Unilateral somente uma das mamas sofre aumento, já no caso da Bilateral, é quando ambas as mamas sofrem o aumento de forma conjunta, esta última também é chamada de Ginecomastia hormonal.
Alguns remédios podem diminuir a Ginecomastia em homens. Eles estabilizam os hormônios e podem gerar uma leve suavizada na mama aparente, mas a sua maioria só têm um resultado positivo e duradouro em casos leves. Já em casos mais avançados os remédios têm pouco efeito, sendo necessária a cirurgia para a retirada da mama.
Existem alguns remédios que podem causar Ginecomastia, em sua maioria, são remédios para tratar problemas como a calvície, aumento de próstata e a hipertensão. Geralmente, seu efeito pode ser combatido por outro remédio que pode inibir o aparecimento das mamas masculinas.
Enquanto a Ginecomastia é o aumento de mamas masculinas provocado pelas glândulas mamárias, a Lipomastia é provocada pelo aumento da gordura na região das mamas. É possível que pessoas com Lipomastia também tenham o aumento das glândulas mamárias devido a problemas hormonais, ou seja, a Ginecomastia.
Existem alguns sintomas que podem indicar a Ginecomastia como, por exemplo, a mama ou o mamilo protuberante, o seio dolorido principalmente ao tocar ou apertar e uma vermelhidão na região das mamas. Através do toque é possível notar alguns nódulos, que podem ficar mais inchados, ao redor dos mamilos.
Os tratamentos para Ginecomastia que são denominados naturais são as dietas e os exercícios. Mas é importante ressaltar que esses métodos não funcionam, uma vez que a Ginecomastia não é gordura nas mamas, mas sim as glândulas mamárias desenvolvidas. Em alguns casos, a perda de peso geral que esses métodos proporcionam podem evidenciar as mamas masculinas
O melhor tratamento para Ginecomastia é a cirurgia plástica, ela é a única maneira de acabar definitivamente com a Ginecomastia. Isso porque, somente ao retirar todas as glândulas, a Ginecomastia é 100% eliminada, já que são elas que causam o aumento da mama masculina por hormônios.
O valor da Ginecomastia é dado somente após a consulta de avaliação. Isso porque existem diversas condições que impactam no valor final como, por exemplo, a complexidade da cirurgia, as taxas hospitalares e os honorários médicos do cirurgião. Entretanto, é possível ver um valor médio da cirurgia de mamas masculinas.
É possível fazer a Ginecomastia pelo SUS. Porém, o sistema é burocrático. O Sistema Único de Saúde só dá cobertura à cirurgia de mamas masculinas quando é comprovado que o paciente tem, de fato, a Ginecomastia. E caso seja constatado que o procedimento é puramente estético, o SUS não irá cobrir. Além disso, podem demorar anos para conseguir a vaga, prolongando o sofrimento do homem.
No pós-operatório da Ginecomastia é normal sentir leves desconfortos, porém, seu médico pode indicar analgésicos para evitar essas dores. No mais, é uma cirurgia bem tranquila, sendo necessário apenas 1 semana de repouso. Além disso, é obrigatório o uso de cinta por 30 dias.
A cicatriz que fica no pós-operatório da Ginecomastia costuma ser bem discreta, sendo uma pequena incisão ao redor da aréola e na dobrinha do peito, ficando algo bem discreto e de difícil visualização. Seu tamanho é de menos de 1 cm na pele.
O antes e depois da Ginecomastia é um peito mais reto e durinho. Além disso, é eliminada a protuberância do mamilo, as dores e a sensibilidade na mama masculina., melhorando a aparência e o bem-estar do homem.

 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP




Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!