Cirurgia Plástica: o guia completo para você fugir dos riscos e ter um bom resultado

Data: 16 de maio de 2018
Publicado por: Dreamplastic

Tempo de leitura: 26 minutos

Baixe seu e-book gratuito!

 

Cirurgia Plástica: você está preparada para fazer uma?

Imagine acabar com aquela sensação de inferioridade, com a impressão de que as suas fotos NUNCA estão bonitas e também com a baixa autoestima que te impede de ser feliz. Seria incrível, não é?

A cirurgia plástica serve, justamente, para melhorar a aparência física, como harmonizar o nariz, aumentar os seios ou remover uma gordurinha extra.

Para muitas mulheres, realizar um procedimento assim também representa fazer as pazes com espelho. Ou seja, se livrar de uma realidade triste que não é nada fácil de conviver! Você também pensa assim?

Então, você provavelmente sonha em fazer uma cirurgia plástica. Com o sonho sempre vem àquela dúvida: o que fazer para que ele não se transforme num pesadelo?

Calma, não se desespere! Nós sabemos bem quais são as principais informações que você deve conhecer sobre cirurgias plásticas. Afinal, a FALTA DE INFORMAÇÃO leva muitas pacientes ao erro. Como será a recuperação? Quais são os riscos do procedimento? Quando é o melhor momento para fazer? Essas são apenas algumas dúvidas que toda mulher tem antes da cirurgia.

Por isso, criamos o melhor guia para quem deseja ficar longe das cirurgias plásticas que deram errado. Leia AGORA, compartilhe com as amigas ou vá para a seção que mais lhe interessa!

Índice de Conteúdo:

 

 

Por que fazer uma cirurgia plástica?

cirurgias plasticas

A cirurgia plástica tem o importante papel de transformar a mulher de fora pra dentro. Ou seja, ao mudar aquela parte do corpo que tanto te incomoda, você se sente muito mais bonita, confiante e feliz.

Pessoas com a autoestima elevada pensam positivamente, vivem com mais leveza e se sentem mais confiantes. Isso reflete em toda a sua vida pessoal, profissional e, principalmente, amorosa.

A autoestima cria uma barreira contra a depressão, tristeza e negativismo. Por isso, ao recorrer à cirurgia plástica para melhorar sua imagem física, você também se beneficia com o aumento da sua autoconfiança.

Outro ponto importante! Além da estética, a plástica pode ser feita como forma reparadora para melhorar a aparência da região após algum acidente ou deformação do corpo.

Confira nessa apresentação ilustrada os 12 passos para uma cirurgia plástica de sucesso!

Cirurgia Plastica em 12 passos de Dream Plastic

 

Conheça os tipos de cirurgia plástica

tipos de cirurgia plástica

Cirurgia para aumentar os seios: Mamoplastia de Aumento

Se você tem os seios pequenos, com pouca projeção ou assimétricos, o implante de silicone pode ser a opção ideal. A técnica é utilizada para remodelar as mamas, deixá-las com tamanho maior e o colo mais desenhado.

 

Cirurgia plástica na barriga: Abdominoplastia

Elimina o excesso de pele presente na barriga, aproxima os músculos da região abdominal e retira as estrias que estão na parte inferior do abdômen.

 

Cirurgia plástica para gordura localizada: Lipoaspiração 

Aquelas gordurinhas que são difíceis de serem eliminadas com exercícios físicos e dietas agora serão removidas com a lipo. O procedimento pode ser feito nas seguintes regiões: abdômen, flancos, costas, culote, coxas, braços e papada.

 

Enxerto de gordura nos glúteos: Lipoescultura 

Com as gordurinhas retiradas na lipoaspiração, o médico pode tratá-las e aplicá-las nas nádegas. Isso proporciona um melhor contorno da região.

 

Cirurgia para levantar os seios: Mastopexia

As mamas de uma mulher passam por diversas alterações e uma delas é a queda. A mastopexia permite colocar os seios numa posição mais alta.

 

Cirurgia de redução de mama: Mamoplastia Redutora

Há situações que o tamanho excessivo das mamas afeta o bem-estar da paciente, causando, por exemplo, dor nas costas. Nesse caso, reduzir o volume dos seios oferece grandes benefícios.

 

Cirurgia plástica no nariz: Rinoplastia

Para modelar o formato do nariz, alterar o seu tamanho, mudar a largura das narinas, projetar a pontinha, eliminar a giba dorsal e elevar o dorso nasal. O procedimento serve ainda para corrigir um defeito de nascença ou dano estrutural, como o desvio de septo.

 

Cirurgia de orelha de abano: Otoplastia

É capaz de corrigir as alterações estéticas, seja alterar o formato das orelhas de abano, diminuir seu tamanho, reparar uma deformidade e até mesmo fazer algum ajuste em orelhas que já foram operadas.

 

Cirurgia plástica nos olhos: Blefaroplastia

Deixa o olhar com a aparência mais bonita, leve e jovial. Isto porque a técnica consegue eliminar o excesso de pele ao redor dos olhos, além de suavizar a bolsa de gordura localizada abaixo deles.

 

Cirurgia plástica no queixo: Mentoplastia

É ideal para dois tipos de casos: quando o queixo é retraído, puxado para trás e com pouca projeção. Ou, o contrário, quando há uma grande projeção da estrutura.

 

Cirurgia plástica facial: Lifting facial

O procedimento estético é ideal para diminuir as rugas da face e do pescoço. Reduzir ainda a flacidez presente na região, deixando o rosto com a aparência mais jovem e bonita.

 

Cirurgia plástica no bumbum: Gluteoplastia

Você também pode optar pelos implantes de silicone para aumentar o bumbum. As próteses são feitas, especialmente, para deixar o local com uma aparência mais arredondada.

 

Cirurgia plástica para homens: Ginecomastia

Mama masculina com aparência feminina causa constrangimento. O problema de excesso de tecido mamário em homens pode ser corrigido com o procedimento cirúrgico que reduz o tamanho da mama.

 

 

Quer conversar com mulheres que já fizeram uma cirurgia plástica? Clique no link abaixo e faça parte de um grupo exclusivo, só com pacientes da Dream Plastic. Talvez esse seja o primeiro passo para você realizar o seu sonho.

 

Eu quero participar do grupo de mulheres que já operaram!

 

Cirurgias plásticas combinadas

Cirurgias plásticas combinadas

Combinar procedimentos estéticos em uma única operação, essa é uma escolha feita por muitas pacientes.

Afinal, imagina você conquistando o corpo dos seus sonhos em apenas um pós-operatório. Além do tempo, economiza dinheiro, já que haverá um único custo com hospital, equipe médica e anestesia.

As cirurgias plásticas combinadas são consideradas seguras, desde que a paciente escolha um médico cirurgião plástico especializado. Esse é um cuidado muito importante para evitar entrar na lista das cirurgias plásticas que deram errado.

Vale ressaltar ainda que cada indivíduo possui características diferentes. Por isso, antes de optar pela associação de cirurgias, a paciente deve passar por uma criteriosa avaliação médica. O intuito dessa análise é evitar complicações.

Separamos alguns exemplos de cirurgias que combinam muito bem:

Lipo e Silicone

Quando as duas técnicas são realizadas em uma única cirurgia a paciente só tem a ganhar! Pois sem as gorduras localizadas, o corpo alcança curvas mais harmônicas, bonitas e sensuais. E, com a junção da prótese de silicone nos seios, o resultado é surpreendente. Você vai parecer uma nova mulher!

 

Lipoabdominoplastia

Por que combinar a lipo com abdominoplastia? Essa é a melhor opção para quem tem flacidez e gordura abdominal. Já que um procedimento é responsável por remover o excesso de pele e o outro por eliminar a gordura localizada.

O resultado é: uma barriga chapada, longe dos pneuzinhos laterais e com curvas mais acentuadas.

 

Rinosseptoplastia

Quem tem um problema funcional no nariz, como o desvio de septo, pode corrigir com a cirurgia de septo nasal. É possível aproveitar esse procedimento cirúrgico para fazer mudanças estéticas, como alterar a aparência, o formato ou o tamanho do nariz.

 

Lifting facial e Blefaroplastia

Essa combinação é perfeita para quem busca um rejuvenescimento facial. Já que a técnica elimina rugas, flacidez na face e remove o excesso de pele.

 

Mastopexia e prótese de silicone

As mulheres que buscam esses dois procedimentos nas mamas, geralmente, já tem certo volume nos seios, porém eles estão caídos. Portanto, essas cirurgias têm o objetivo de restaurar a firmeza, alterar o formato e dar volume à região.

Diferença entre cirurgia plástica estética e reparadora

Diferença entre cirurgia plástica estética e reparadora

A grande diferença entre as duas é o motivo pelo qual a paciente busca o procedimento. Ou seja, a reparadora é realizada por uma necessidade, às vezes, até por indicação médica. Já a estética, é procurada para mudar algo na aparência.

Vamos entender melhor!

A cirurgia plástica estética é opcional, pois se trata de uma insatisfação da paciente com alguma região do corpo. O procedimento é realizado com o propósito de favorecer formas e contornos do corpo.

Logo, quem se submente a uma intervenção estética não está preocupada em melhorar o seu estado de saúde. Mas sim a sua autoestima ao mudar algo que a incômoda em sua aparência física.

A cirurgia plástica reparadora é realizada para corrigir algum problema de nascença, trauma, lesão, tumores ou doenças. Por isso, é vista como uma intervenção cirúrgica necessária, que vai melhorar a aparência física e funcional da paciente.

Qual o tempo da cirurgia plástica?

tempo da cirurgia plástica

O tempo pode variar, em média, de 1 a 3 horas conforme o procedimento escolhido e a complexidade da técnica.

Entretanto, você deve considerar como tempo da cirurgia plástica não somente a duração do procedimento. Mas o período de espera e internação também deve ser levado em conta pela paciente.

Isso porque, por mais rápido que seja a operação, a alta médica pode acontecer somente depois de algumas horas ou dias, dependendo do caso.

 

Pode ter atrasos no dia da cirurgia plástica?

Sim, os atrasos podem acontecer! Considerando que a agenda do centro cirúrgico, exceto a primeira operação do dia, está sujeita ao efeito dominó. Ou seja, se uma intervenção cirúrgica se prolongar todas as demais se atrasam.

Isso acontece não apenas por uma questão de disponibilidade de sala, mas também pela necessidade de higienizar o ambiente e esterilizar os materiais.

Por isso, no dia da sua cirurgia plástica não agende nenhum outro compromisso. E mantenha a calma, nada de ansiedade ou estresse!

Até porque, algumas questões podem levar ao reagendamento do procedimento cirúrgico, por exemplo, pacientes com pressão alta.

Qual a melhor anestesia para cirurgia plástica?

anestesia para cirurgia plástica

A anestesia para cirurgia plástica vai depender do tipo de procedimento estético que será realizado. O anestesiologista avalia cada caso na consulta e decide a melhor forma de proceder.

  • Anestesia peridural

Aplicada entre as vértebras da coluna, essa técnica reduz as chances da paciente desenvolver uma trombose. Por isso, é a opção mais utilizada em procedimentos como a mamoplastia de aumento, abdominoplastia e lipoaspiração.

  • Anestesia local com sedação

Utilizada em procedimentos pequenos e de regiões bem específicas. Por ser menos invasiva, o tempo de recuperação é menor. A anestesia local com sedação é manuseada apenas em cirurgias plásticas no rosto, como rinoplastia, otoplastia, blefaroplastia e lipoaspiração de pequenas áreas.

  • Anestesia geral

Esse tipo de anestésico é mais forte. A paciente é submetida ao coma induzido, o que exige sua intubação. Mas fique tranquila, a anestesia geral não é utilizada por clínicas de cirurgias plásticas que atuam com equipes próprias de anestesistas e cirurgiões plásticos especializados.

 

Passe em uma consulta pré-anestésica

Quando pensamos na segurança do procedimento cirúrgico, logo vem em nossa mente a imagem do cirurgião plástico. No entanto, existe outro profissional com grande responsabilidade no ato cirúrgico: o anestesista.

É o seu dever manter a paciente viva durante a operação. Portanto, além de aplicar os medicamentos anestésicos, ele é o encarregado por monitorar: pressão arterial, frequência cardíaca, respiração e temperatura corporal.

Infelizmente, em algumas clínicas, o procedimento é realizado sem a presença desse importante profissional. Expondo a paciente a sérios riscos.

Então, já sabe, opere somente com cirurgiões que tenham um anestesista em sua equipe. Ah, mais que isso, é importante oferecer consultas prévias com o médico anestesiologista, chamadas de avalição pré-anestésica.

A consulta com o anestesista deixa a paciente mais tranquila. Pois, ela esclarece suas dúvidas e elimina o receio comum sobre o processo anestésico.

Como escolher um cirurgião plástico?

como escolher um cirurgiao plastico

Essa não é uma tarefa nada fácil, ainda mais se considerarmos que há muitos profissionais incapacitados no mercado. Por isso, você deve ficar atenta à formação acadêmica básica do cirurgião plástico.

Sem uma boa base de estudos, nenhum profissional consegue desempenhar bem a sua função. No caso do cirurgião plástico, são 11 anos de dedicação absoluta e treinamentos:

  • Seis anos de faculdade no curso de Medicina
  • Dois anos de Residência Médica focado em Cirurgia Geral
  • Três anos de Residência Médica em Cirurgia Plástica

 

Depois dessa extensa formação, o médico passa por um exame da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). A prova é obrigatória e quem não faz o exame não pode exercer a profissão e ter o título de cirurgião plástico especialista.

Outro fator extremamente importante é a experiência do cirurgião plástico, ou seja, a quantidade de procedimentos que ele já realizou. E acho que você vai concordar comigo: só tem uma boa técnica quem já praticou muito.

Por fim, para fazer uma escolha mais segura separamos uma lista com os 5 passos fundamentais que você deve seguir. Confira abaixo:

  • Confirme se o cirurgião é certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Verifique se o médico é registrado no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo.
  • Converse com pacientes da clínica escolhida e veja se elas recomendam o serviço.
  • Verifique se o procedimento será realizado em hospitais com estrutura adequada para atender cirurgias plásticas.
  • Exija o seu direito de se consultar previamente com o anestesista. Isso é fundamental para você se sentir mais segura.

 

As cirurgias plásticas que não deram certo, na maioria dos casos, são realizadas por médicos não especialistas. Esse assunto é tão importante que separamos essa apresentação exclusiva, com os principais erros que os pacientes cometem. Fique atento para que você não os cometa também.

 

Cirurgiao Plastico como escolher sem erros de Dream Plastic

 

Onde fazer uma cirurgia plástica?

hospital de cirurgia plástica

 

A cirurgia plástica deve ser realizada em um hospital especializado.

Mas como escolher um hospital de cirurgia plástica? Você deve considerar algumas questões importantes para ter mais segurança no seu procedimento cirúrgico.

Antes de qualquer coisa, precisamos ressaltar que nenhum desconto vale mais do que a sua vida. Lembre-se disso, porque muitas pacientes, atraídas por preços extremamente baixos, se esquecem de verificar se o local da cirurgia é, realmente, adequado. Muita gente acaba sendo convencida que esse tipo de procedimento pode ser feito dentro de uma clínica. Mas isso não é verdade! Muitas clínicas não têm nem licença para atuar dessa forma.

É aí que entra o principal risco da cirurgia plástica: passar por uma intervenção cirúrgica sem nenhum equipamento adequado caso ocorra uma emergência.

Esse assunto é tão sério que a Dream Plastic, a maior clínica de cirurgia plástica de São Paulo, somente opera em hospitais licenciados para realizar plásticas. Por isso nós…

  • NÃO operamos dentro da própria clínica, pois sabemos que intervenções cirúrgicas, mesmo sendo estéticas, devem ser realizadas dentro de um hospital.
  • NÃO escolhemos qualquer hospital, mas apenas aqueles autorizados pela Vigilância Sanitária, Prefeitura Municipal, CRM e COREN.
  • NÃO entramos no centro cirúrgico sem um anestesista e uma equipe de enfermagem especializada.

 

Como recomendação extra, aconselhamos que antes de fechar o contrato a paciente visite o local onde será realizada a operação. Na dúvida, não opere.

Como funciona a cirurgia plástica gratuita

Cirurgia plástica gratuita

Muita gente quer saber: existe a possibilidade de fazer uma plástica sem pagar nada? Existe sim, há hospitais que oferecem o serviço totalmente gratuito.

Porém, fazer uma cirurgia plástica gratuita não é tão simples e também não oferece tantas vantagens assim. Vou te mostrar por quê.

  • Não espere ser operada por um dos melhores cirurgiões plásticos de SP

Isso porque os hospitais que realizam gratuitamente esse tipo de procedimento são aqueles conhecidos como locais de treinamento dos residentes de medicina.

Esses profissionais não têm milhares de casos de experiência, pois ainda estão praticando a técnica antes de colocar a mão na massa de verdade.

  • Apenas as cirurgias reparadoras serão gratuitas!

O principal critério para realizar um procedimento gratuito é comprovar que o seu caso está na categoria reparadora. Por exemplo, redução mamária, deformidades e marca de queimadura.

  • Tenha paciência, pode demorar muito para chegar a sua vez

Se o seu caso for aprovado, você entra numa longa fila de espera. E aí a data da sua operação pode demorar dias, meses e até anos. Tudo depende da quantidade de candidatas, do número de procedimentos realizados e da frequência que eles acontecem.

  • O resultado pode te decepcionar um pouco

Há duas questões que podem interferir no resultado da sua cirurgia. O primeiro deles já foi citado aqui, que é a falta de técnica do cirurgião plástico. Já o segundo é a inexistência de um serviço de acompanhamento durante o pós-operatório.

Muitas vezes a paciente faz a cirurgia plástica gratuita e tem disponível apenas um retorno. Isso não é suficiente para acompanhar a evolução do seu resultado e orientá-la corretamente. A falta de informação leva ao erro!

 

Plano de saúde cobre cirurgia plástica reparadora?

Sim, na verdade, o plano de saúde é obrigado a cobrir cirurgias com o caráter reparador. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), órgão responsável por regular as seguradoras, obriga todos os serviços de saúde particular a cobrirem os procedimentos cirúrgicos voltados para a prevenção ou tratamento de doenças.

Mas não há uma obrigatoriedade para os casos de cirurgias estéticas. Já que não é considerado um procedimento que auxilia na recuperação psicológica ou funcional da paciente.

Geralmente, o plano de saúde cobre as seguintes intervenções:

  • Cirurgia bariátrica
  • Abdominoplastia higiênica (pós-bariátrica)
  • Reconstrução de mama para mulheres que passaram pela mastectomia (retirada das mamas)
  • Gigantomastia com sequelas anatômicas

 

O processo para conseguir uma cirurgia plástica gratuita pelo convênio não é nada fácil! A interessada terá que passar por uma avaliação detalhada e realizar uma série de exames. Se os resultados não acusarem nada, o pedido será negado (em boa parte dos casos acontece isso).

 

Como fazer cirurgia plástica pelo SUS?

O Sistema Único de Saúde atua da mesma forma, oferecendo cirurgias reparadoras somente nos casos que realmente afetam a saúde.

Para conseguir o procedimento gratuito, o primeiro passo é ir até um Posto de Saúde e se consultar com o médico.

Se ele disser que o seu caso pode ser feito pelo SUS, então você deve se dirigir a Secretaria de Saúde e se informar sobre os demais passos.

Vale ressaltar que a operação será realizada por profissionais em residência médica. Ou seja, médicos que não têm muita experiência em cirurgias plásticas.

Qual o preço da cirurgia plástica?

Qual o preço da cirurgia plástica

Antes de esclarecer essa dúvida tão comum, precisamos ressaltar que não existe uma tabela de preços de cirurgias plásticas. Isso porque há muitas variáveis que interferem diretamente no custo final dessa operação.

A SBCP ressalta que o preço de cirurgia plástica vai além do cirurgião plástico, mas inclui itens como:

  • Honorários do anestesista e de toda a equipe médica
  • Estadia no hospital
  • Custos de rotinas pré-operatórias
  • Medicamentos e acessórios (como malhas cirúrgicas)
  • Tratamento pós-operatório

 

Cuidado! Não caia neste erro: escolher um médico pelo preço e não pela sua técnica. Se você quer segurança, então há coisas importantes que devem ser avaliadas antes de considerar fechar uma plástica.

Preços extremamente baixos, comparado com outros locais, podem significar que:

  • A cirurgia será realizada na própria clínica, sem estrutura adequada.
  • Os materiais hospitalares utilizados serão de segunda linha.
  • Você não terá acompanhamento adequado no pós-operatório.
  • O cirurgião plástico não tem experiência e está desesperado por pacientes.

 

Agora falando exatamente sobre o preço de cada procedimento, separamos uma MÉDIA DO VALOR para você ter uma noção.

É importante saber que nenhuma clínica pode divulgar o preço de uma cirurgia plástica sem antes avaliar pessoalmente a paciente.

Algo totalmente aceitável, já que nem mesmo os Engenheiros gostam de fazer orçamentos sem antes avaliar o local. Faz todo sentido não é mesmo?

Confira a seguir a média de preço dos procedimentos estéticos mais procurados pelas mulheres.

 

cirurgia plastica valores

 

Quanto custa para colocar silicone?

O preço médio prótese de silicone (mamoplastia de aumento) varia de R$ 9.000,00 a R$ 20.123,00

 

Quanto custa uma abdominoplastia?

A média de preço da Abdominoplastia (cirurgia de abdômen) varia de R$ 10.100,00 a R$ 22.299,00

 

Quanto custa uma lipoaspiração?

O valor médio de uma Lipoaspiração (gordura localizada) varia de R$ 9.700,00 a R$ 21.750,00

 

Quanto custa uma lipoescultura?

O preço médio de uma lipoescultura varia de R$ 10.500,00 a R$ 20.952,00

 

Quanto custa uma rinoplastia?

A média de valor da Rinoplastia (cirurgia do nariz) varia de R$ 9.195,00 a R$ 15.595,00

 

Quanto custa uma otoplastia?

O valor médio da Otoplastia (cirurgia da orelha de abano) varia de R$ 7.590,00 a R$ 13.399,00

Cirurgia plástica formas de pagamento

Cirurgia plástica formas de pagamento

Você sabia que o número de cirurgias plásticas realizadas no Brasil aumentou? Mais pessoas estão conseguindo realizar o seu sonho! Tudo isso é reflexo das formas de pagamento facilitadas que algumas clínicas oferecem.

Você achou que teria que congelar o seu desejo de ter uma barriga chapada ou seios maiores e firmes? Esqueça isso, AGORA você pode! Basta fazer um bom planejamento, se organizar financeiramente e escolher aquela forma de pagamento que mais atende a sua necessidade.

As opções são muitas e se adequam àqueles que desejam ou não realizar rapidamente o procedimento. Confira a seguir:

 

Cirurgia plástica parcelada

Se você não quer demorar muito tempo para fazer uma rino, lipo, otoplastia… Então o parcelamento é a opção mais indicada. A paciente pode parcelar o valor total no cartão de crédito ou no cheque. Confirme se a clínica escolhida oferece essa facilidade e qual é o limite de parcelas.

 

Cirurgia plástica parcelada no boleto

O pagamento programado é aquela alternativa que você paga todo o valor antes de realizar a intervenção cirúrgica. A diferença da opção à vista é que o programado é feito por meio de boletos mensais. Ou seja, você faz um parcelamento que deverá ser quitado até a data da operação.

 

Cirurgia plástica financiada

Você pode pedir um empréstimo no banco e pagar a sua cirurgia plástica à vista. Assim como geralmente se faz em compras de imóveis e de veículos.

Antes de fazer o financiamento, recomendamos que você pesquise bem e compare o valor das instituições financeiras. Principalmente, a taxa de juros e a quantidade de parcelas.

 

Consórcio para cirurgia plástica

É a opção mais incerta e, talvez, a mais demorada que existe. Isso porque o consórcio funciona à base de sorteio. Ou seja, você deve escolher o valor da carta de crédito e entrar num grupo de pessoas interessadas em consórcio de serviço.

A partir disso, você paga mensamente as parcelas do valor escolhido, enquanto aguarda o sorteio realizado pela administradora. Quando for sorteada, mesmo sendo contemplado com o valor da cirurgia, terá que continuar pagando as parcelas até o final do consórcio.

Veja aqui quais procedimentos podem ser parcelados 

O passo a passo para marcar a sua cirurgia plástica

Após pesquisar bem sobre o cirurgião plástico que você quer operar, é hora de dar o próximo passo para realizar o seu sonho. Entenda como funciona a etapa do pré-operatório de uma cirurgia plástica aqui na Dream Plastic.

  • Passo 1 – Agendar avaliação

Entre em contato com a clínica para marcar a sua avaliação presencial com um dos nossos cirurgiões plásticos especializados. Todos eles têm uma experiência única de mais de 15 anos. Ligue para o telefone e agende a sua consulta!

Telefone da Dream Plastic

 

  • Passo 2 – Cadastro

Compareça na clínica Dream Plastic, Rua Vergueiro 2949, no dia e na hora marcada. O seu primeiro contato conosco será na recepção, onde você deve informar os seus dados pessoais para um cadastro de pacientes.

 

  • Passo 3 – Consulta

Durante a consulta, você pode esclarecer suas dúvidas e dizer qual a sua expectativa de resultado. O médico vai te examinar e explicar cada detalhe importante sobre a intervenção cirúrgica.

 

  • Passo 4 – Data da cirurgia

Após a consulta, você conversa com uma consultora. Ela é responsável por explicar, com detalhes, sobre as formas de pagamento do investimento. Depois de fechar o contrato é só programar a melhor data para a operação.

Confira nesse infográfico ilustrado TODAS as etapas que você deve seguir antes de fazer o procedimento cirúrgico.

 

infográfico plastica para todos

Dicas para o pré-operatório de cirurgia plástica

pré-operatório de cirurgia plástica

Cada cirurgia plástica tem as orientações específicas que devem ser seguidas durante essa tapa. Para evitar complicações, é importante que você esteja com uma ótima saúde no momento da intervenção cirúrgica.

Se for detectado qualquer problema capaz de se transformar num risco, a cirurgia plástica será reagendada. Essa é uma medida de segurança que o cirurgião adota para que o procedimento ocorra da melhor maneira possível.

A fase de pré-operatório de cirurgia plástica começa assim que a paciente fecha o contrato na clínica e marca a data e o horário. E todos os cuidados adotados a partir desse período visam uma operação melhor e uma recuperação mais rápida.

Os cuidados básicos para seguir durante o pré-operatório são:

  • Faça jejum seguindo o tempo estipulado pelo médico.
  • Suspenda o uso dos medicamentos conforme a orientação do cirurgião plástico.
  • Pare de fumar por pelo menos 2 semanas.
  • Previna o surgimento de estrias, mantendo a pele bem hidratada.
  • Conte ao seu médico a respeito do uso de qualquer medicamento, drogas ilícitas ou alergias a medicações e alimentos.

 

No dia da cirurgia plástica…

Provavelmente você estará ansiosa. E não é pra menos né? Afinal, você esperou tanto tempo por esse momento… Chegou a hora de realizar o seu sonho, de fazer as pazes com o espelho, de se sentir mais confiante e feliz!

Com esse misto de sentimentos, principalmente ansiedade, é normal esquecer coisas importantes que você deve levar no dia da intervenção cirúrgica.

o que levar no dia da cirurgia plástica

Por isso, a nossa dica é que você separe esses itens dias antes da data da operação. Assim você não corre o risco de passar por chateações nesse momento tão importante.

Além disso, você precisa organizar algumas coisinhas, como:

  • Se você tiver filhos, quem vai cuidar deles enquanto estiver fora?
  • Você vai precisar de uma acompanhante no hospital, quem será essa pessoa?
  • Quem vai poder te ajudar nos primeiros cuidados pós-cirurgia?

 

Lembre-se daquele ditado: uma mulher prevenida vale por duas!

Os principais cuidados do pós-operatório de cirurgia plástica

cuidados do pós-operatório de cirurgia plástica

 

E aí você acabou de acordar do procedimento cirúrgico e a primeira coisa que pensa é: “como será que está o meu resultado?”.

O pior erro que as pacientes cometem nessa fase é acreditar que sairão do hospital prontas pra balada. Mas não é bem assim!

Não se esqueça de que a plástica também é uma intervenção cirúrgica. Ou seja, o corpo precisa de alguns dias ou até meses para se recuperar. E, consequentemente, o resultado não acontece do dia pra noite.

Por que muitas vezes vemos por aí cirurgias plásticas que deram errado? Na maioria dos casos, o motivo é a falta de cuidado que a paciente teve durante a sua recuperação.

Por exemplo, você sabia que fumar, tomar sol ou ingerir bebidas alcoólicas durante certo período pode interferir na sua cicatrização? Conheça outros cuidados pós-cirurgia que você deve ter:

  • Evite fumar durante os primeiros 30 dias
  • Volte a usar anticoncepcional depois de 14 dias da cirurgia
  • Não exponha a região ao sol por pelo menos 45 dias
  • Realize Drenagem Linfática caso o médico recomende
  • Tome corretamente os remédios receitados
  • Use as malhas compressivas se for necessário
  • Não faça movimentos que forcem a cicatriz

 

Por fim, tenha em mente que TODAS as orientações passadas pelo cirurgião plástico ou pela equipe de enfermagem devem ser seguidas à risca. Se você não respeitar isso, o maior prejudicado será o seu resultado.

E o mais importante: confie nas orientações do seu médico, porque ele sabe o que está fazendo!

 

O que comer após cirurgia plástica?

dieta pós-cirurgia plástica

É importante cuidar da sua alimentação depois do procedimento cirúrgico. Pois o seu corpo precisa repor alguns nutrientes perdidos durante a operação.

Existe uma dieta pós-cirurgia plástica que ajuda na nutrição corporal e favorece na boa cicatrização da pele. Basicamente, você deve optar por alimentos que contenham:

  • Proteínas
  • Vitamina A, C, B
  • Aminoácidos
  • Ferro e zinco

 

Esses nutrientes são fundamentais para a produção de colágeno, responsável pela cicatrização. Além disso, acrescente em sua dieta pós-cirurgia plástica alimentos que reduzem o inchaço e que ajudem a hidratar o organismo.

Veja alguns alimentos extremamente importantes:

 

dieta pós-cirurgia plástica

 

Confira aqui outras dicas para uma dieta saudável durante a recuperação 

Como fica a cicatriz de cirurgia plástica

Cortou, cicatrizou! Essa é a lógica utilizada pelo nosso organismo após ele perceber que a pele passou por algum trauma. Com certeza, você deve ter pelo menos uma cicatriz no seu corpo de alguma travessura feita na infância.

Essas marquinhas ficam pra sempre, mas em alguns casos elas se tornam mais discretas do que em outros. Por que isso acontece? Há inúmeros fatores que interferem, como:

  • O modo como o corte foi feito
  • O jeito que o médico suturou o ferimento
  • A predisposição do organismo em criar uma cicatriz hipertrófica ou queloideana

Mas não se preocupe, na cirurgia plástica, cicatriz é feita em locais estratégicos. Ou seja, o cirurgião escolhe as regiões certas para que a cicatriz fique o mais escondida possível. Além disso, ele adota medidas preventivas para que essa marquinha fique boa, bonita e discreta.

 

Depois de quanto tempo pode tomar sol na cicatriz?

Depois de quanto tempo pode tomar sol na cicatriz

Os médicos especialistas da Dream Plastic orientam que a paciente fique completamente longe do sol por 30 dias. O cuidado deve ser maior especialmente nas primeiras semanas, pois pode haver hematomas na região. Além disso, o corte estará vermelho e mais sensível.

Depois desse período até 1 ano,  a recomendação é não se expor ao sol sem a cobertura de uma roupa ou de protetor solar, sobretudo nas cicatrizes.

Descubra a seguir em quais regiões ficam localizadas as cicatrizes das principais cirurgias plásticas:

 

Cicatriz prótese de silicone

Cicatriz prótese de silicone

 

  • Silicone pela aréola

Indicada para mulheres que têm um pouco de flacidez nas mamas. A cicatriz fica localizada exatamente no contorno do mamilo e por isso torna-se praticamente invisível.

 

  • Silicone pela axila

Essa incisão é pouco recomendada, pois há um risco maior de infecção. Já que será necessário fazer uma espécie de túnel para transportar a prótese até os seios.

 

  • Silicone pelo sulco mamário

Essa é a técnica mais utilizada pelos médicos, pois fornece fácil acesso para implantar o silicone no local correto.

Descubra mais informações sobre todas as técnicas aqui 

 

Cicatriz mastopexia

cicatriz mastopexia

 

Aquelas com pouca pele para retirar será feita pela aréola. Os outros variam de acordo com o grau de flacidez presente na mama:

  • Mamoplastia em l
  • Mamoplastia em t

 

Cicatriz de abdominoplastia

Cicatriz de abdominoplastia

 

  • Mini abdominoplastia

Destinada às pacientes que têm pouco excesso de pele para remover. Por isso a cicatriz é menor.

 

  • Abdominoplastia Clássica

A mais realizada pelos cirurgiões plásticos.  Essa cicatriz é indicada para abdômen com maior flacidez.

 

  • Abdominoplastia em Âncora

Ideal para quem tem muito excesso de pele para retirar, geralmente, é indicada após a bariátrica.

Veja aqui o que você pode fazer para deixar a cicatriz mais discreta

 

Cicatriz da rinoplastia

cicatriz da rinoplastia

 

  • Aberta

Nessa técnica a cicatriz é um pouco mais aparente, se for comparada com a técnica fechada. A incisão é feita por dentro da narina e também na parte externa, pela columela.

 

  • Fechada

A cicatriz fica dentro das narinas, o que é uma vantagem, pois deixa essa marquinha escondida.

Cicatriz otoplastia

cicatriz otoplastia

 

Fica localizada na dobra atrás da orelha, por isso é bem discreta, na verdade, quase imperceptível. Se houver necessidade de fazer na frente, a inserção é feita nas dobrinhas naturais da orelha.

Os principais riscos da cirurgia plástica

Na cirurgia plástica também pode surgir complicações, mas que são decorrentes, principalmente, das doenças crônicas presente em algumas pacientes.

A melhor forma de diminuir os riscos é realizar o procedimento num hospital e com um cirurgião plástico membro da SBCP. É fundamental ainda seguir todas as suas recomendações durante o pré e pós-operatório.

 

Queloide

Queloide

 

Para formar a cicatriz na região o organismo produz colágeno. Porém, em alguns casos, essa produção se faz de forma exagerada.

O queloide surge justamente devido ao excesso de colágeno, formando uma cicatriz em relevo e maior do que o esperado. Entretanto, nem todas as pacientes precisam se preocupar com isso, pois está ligado a uma pré-disposição genética.

Veja aqui o que o cirurgião plástico faz para evitar esse problema 

       

Cicatriz hipertrófica

cicatriz hipertrófica

 

A cicatriz hipertrófica também surge devido à produção de colágeno, mas agora ela é feita de forma desorganizada. Sua aparência é um pouco melhor que a do queloide. Mas mesmo assim a hipertrófica deixa a cicatriz mais elevada.

Saiba mais informações sobre cicatriz hipertrófica, clique aqui! 

 

Trombose Venosa Profunda

 

É caracterizada pela formação de coágulos sanguíneos, também conhecidos como trombos, no interior das veias. Quando isso ocorre é normal sentir inchaço e intensa dor nas pernas, especialmente na panturrilha.

O surgimento dos trombos está relacionado aos seguintes fatores de riscos: obesidade, predisposição genética, sedentarismo, cirurgias prolongadas e anestesia geral.

Para evitar esta complicação, principalmente no pós-operatório, é fundamental movimentar os pés e as pernas mesmo enquanto está de repouso.

Veja outras formas que podem ajudar a evitar a trombose na cirurgia plástica

 

Embolia Pulmonar

embolia pulmonar em cirurgia plástica

A embolia pulmonar caracteriza-se pelo o entupimento das artérias dos pulmões. Ela surge quando a Trombose Venosa Profunda não é tratada rapidamente, fazendo com que os coágulos cheguem até os pulmões, provocando uma embolia pulmonar.

Clique aqui e saiba como prevenir a Embolia Pulmonar 

O que esperar da cirurgia plástica antes e depois

cirurgia plastica antes e depois

A ansiedade é o sentimento mais comum quando o assunto é cirurgia plástica. Isso é até compreensivo, afinal quanto tempo você esperou para ter uma nova vida? Nós sabemos muito bem o poder de transformação dessa intervenção cirúrgica  na vida de uma mulher.

Mas, ansiedade em excesso pode levar a imprudência, principalmente durante a fase de pós-operatório. A consequência é um resultado ruim.

Isso porque, por exemplo, vemos mulheres que chegam aqui reclamando de um ponto aberto. Mas quando pesquisamos a fundo, descobrimos que isso foi consequência de um objeto pesado carregado pela paciente. Isso vai comprometer a sua cicatrização!

Outra questão séria é acreditar numa realidade impossível de ser alcançada. Infelizmente, a plástica tem suas limitações e o médico deve respeitá-las para não comprometer a saúde ou até a vida da paciente.

Por isso, vamos ressaltar mais uma vez: escolha um cirurgião plástico responsável. Ah e durante a sua consulta de avaliação, não deixe de contar ao médico sobre sua expectativa de resultado. Esse bate papo é importante para que o profissional diga o que pode ser feito ou não.

E, será durante essa conversa sincera, que você consegue medir a sua empatia com o médico. Ou seja, você gostaria de ser operada por ele? Essa é uma pergunta importante a se fazer.

Por falar em expectativas irreais, não caia no erro de acreditar nos simuladores de resultados. Entenda o porquê a seguir.

Por que não dá para acreditar no simulador de cirurgia plástica?

simulador cirurgia plastica

Você com certeza imagina como ficará o seu resultado após a cirurgia. Mas, infelizmente, não há como prever ou criar uma comparação do antes e depois da cirurgia plástica, sem mesmo ter passado pelo procedimento cirúrgico.

Por isso, não caia no erro de acreditar que, por exemplo, o simulador de cirurgia plástica vai mostrar como o seu nariz ficará após uma rinoplastia.

Nenhum aplicativo de cirurgia plástica consegue mostrar um resultado real, pois é impossível prever as reações do organismo de cada paciente. O resultado depende das características corporais de cada pessoa.

Checklist para antes e depois da Cirurgia plástica

aplicativo de cirurgia plástica

Agora que você já sabe todas as informações importantes sobre a cirurgia plástica, está na hora de relembrar os pontos principais para você ter segurança durante o procedimento.

  • Escolha um médico habilitado pela SBCP e com experiência comprovada.
  • Verifique o resultado das outras pessoas que já operaram com esse cirurgião.
  • Cheque se a sua cirurgia será feita em um hospital autorizado pelos órgãos de fiscalização.
  • Marque uma avaliação presencial com o cirurgião plástico escolhido e esclareça suas dúvidas.
  • Passe em consulta prévia com o anestesista da equipe médica. Isso é um direito seu!
  • Confira se a clínica de cirurgia plástica escolhida oferece assistência durante o pós-operatório.
  • Respeite todas as orientações antes e depois da intervenção cirúrgica.
  • Atente-se para não escolher um local pelo preço, mas avalie se ele oferece segurança e qualidade.
  • Certifique-se que a clínica escolhida tem uma equipe de anestesistas, fisioterapeutas e enfermeiros.
  • Só opere se você estiver totalmente segura das escolhas que você fez: clínica, médico e hospital.

 

Lembre-se: o sucesso de uma plástica se faz com as escolhas certas!

Há uma série de questões que podem ajudar a fugir dos erros e aumentar as chances de êxito no seu resultado. Vale ressaltar que qualquer deslize da paciente ou negligência médica pode comprometer o resultado da intervenção cirúrgica.

 

 

Chega de dúvidas, tudo o que você precisa saber sobre cirurgia plástica está neste e-book exclusivo. Baixe agora, é GRATUITO, basta clicar no link!

 

Baixe seu e-book gratuito!

 

 

 

Informações adicionais
Cirurgia Plástica: o guia completo para você fugir dos riscos e ter um bom resultado
Nome do artigo
Cirurgia Plástica: o guia completo para você fugir dos riscos e ter um bom resultado
Descrição
A cirurgia plástica oferece benefícios estéticos e eleva a autoestima. Veja o que você precisa fazer na cirurgia plástica antes e depois do procedimento.
Publicado por
Empresa
Plástica do Sonho
 

Responsável Técnico: Dr. Flávio Garcia, CRM-SP 104.850
Rua Vergueiro, 2949 – 14º andar – Vila Mariana
Telefone (11) 5085-3737

Dream Plastic® 2017 – Todos os direitos reservados – Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo