Carnaval: a corrida pelo corpo dos sonhos


A proximidade da festa mais tradicional do calendário brasileiro tem sido a grande motivação para homens e mulheres lotarem as clínicas e centros cirúrgicos, no intuito de garantir o visual perfeito para essa época do ano.

De fato, o Carnaval intensifica a busca pelas cirurgias plásticas, uma vez que a festa proporciona grande exposição de corpos e muitas pessoas acabam identificando nas madrinhas de bateria e sambistas em geral, o seu ideal de beleza. artigo

Para chamar a atenção tanto quanto as famosas, algumas loucuras são cometidas e não é raro encontrar experiências mal sucedidas de pessoas que abusaram dos procedimentos e, na busca por uma recuperação rápida, pularam etapas.

Por isso, é preciso planejar a cirurgia com calma, priorizando o pós-operatório, pois o período da festa coincide justamente com o verão e a exposição demasiada ao sol pode se tornar o grande inimigo de quem está recém-operada.

Vale lembrar que para quem realizou uma cirurgia plástica pouco antes do Carnaval pode aproveitar o recesso para repousar e se recuperar adequadamente, longe dos estudos e do trabalho, deixando para exibir o novo corpo no feriado do ano que vem.

Entre os procedimentos mais procurados estão aqueles relacionados ao contorno corporal e à aparência da pele. Prótese de mama e lipoaspiração continuam imbatíveis na preferência da maioria das mulheres, porém a plástica nas pálpebras passou a despertar grande interesse, principalmente para quem deseja apenas suavizar as estruturas faciais e não almeja grandes mudanças em seu corpo.

Sejam simples ou mais complexas, as cirurgias plásticas em qualquer época do ano necessitam de cuidados especiais e repouso adequado. Geralmente, o tempo de recuperação varia de 20 a 30 dias, um pouco mais no caso das cirurgias conjugadas, muitas vezes, a opção de quem deseja acelerar o processo e “turbinar” mais de uma parte do corpo.

Quanto a isso cabe uma ressalva: o implante de prótese de mama não deve ser realizado simultaneamente ao de glúteo, uma vez que a recuperação do primeiro exige que a paciente repouse na posição dorsal (“barriga pra cima”), fato que ocasionaria um deslocamento da prótese implantada nos glúteos.

Por fim, a ânsia de desfilar um corpo sarado no Carnaval, sem um planejamento prévio, pode comprometer todo o processo que envolve uma cirurgia plástica, gerando frustração para quem aguardava tanto por essa data. Sendo assim, o ideal não é buscar resultados imediatos, mas sim, duradouros e, é claro, com nota 10 no “quesito” satisfação.

Pergunta Carnaval corrida corpo dos sonhos


Instagram Plástica do sonho

Selo Google
Selo Instagram
Selo Elogieaki
Selo Facebook
Selo Top quality
 
MARQUE SUA CONSULTA POR WHATSAPP





Quer receber informações confiáveis sobre cirurgia plástica?

Faça como milhares de mulheres, cadastre-se agora e receba dicas de médicos especialistas!