9 cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil

21 de maio de 2015
Tempo de leitura: 5 minutos

Rinoplastia (remodelagem nasal), Otoplastia (orelha de abano), cirurgia íntima, prótese de silicone, mastopexia (levantamento das mamas), redução das mamas, abdominoplastia, miniabdominoplastia, lipoaspiração são algumas das cirurgias plásticas mais procuradas pelos pacientes.

Com o avanço da tecnologia, as técnicas cirúrgicas são cada vez mais aperfeiçoadas. Para esclarecer cada uma delas, o diretor clínico da Dream Plastic esclarece os detalhes de como cada um desses procedimentos são feitos:

Ilustração Cirurgias plasticas populares

1 – Rinoplastia

A remodelagem nasal ou rinoplastia pode ajudar a corrigir a aparência desproporcional do nariz ou ainda alterar o seu tamanho e formato. A correção de defeitos de nascença ou decorrentes de acidentes é outra razão para essa intervenção. Os problemas respiratórios crônicos também podem justificar a opção pela rinoplastia. No caso estético, a remodelagem nasal é uma aliada importante da autoestima, uma vez que o nariz, por ocupar o centro do rosto, tem um papel de destaque no bem-estar dos indivíduos.

2 – Otoplastia (Orelha de Abano)

Causa de inúmeros constrangimentos na infância, caso do bullying, e na vida adulta, a orelha de abano é um defeito que pode ser corrigido a partir dos 6 anos de idade. A cirurgia tem como objetivo corrigir as alterações estéticas do formato da orelha, deixando-a com aparência natural e harmoniosa. Com duração de até 2 horas, a intervenção elimina um problema físico, que tem sérias repercussões psicológicas. O risco do procedimento é semelhante ao da extração de um dente, isto é, muito pequeno.

3 – Ninfoplastia ou cirurgia íntima

A chamada cirurgia íntima, embora proporcione resultados discretos, traz melhorias significativas na autoestima e na vida sexual da paciente. A aparência da genitália feminina, caso dos pequenos lábios vaginais aumentados e assimétricos, pode influir não só no bem-estar da mulher como acarretar em desconforto durante as relações sexuais. A correção dessa anormalidade é feita por meio de um procedimento seguro, rápido e eficaz. Dessa forma, a redução dos pequenos lábios pode ser realizada com anestesia local e sedação e dura cerca de 30 minutos. Ainda em relação às cirurgias íntimas, outra intervenção comum é a lipoaspiração do Monte de Vênus, o que permite harmonizar a aparência púbica de vaginas muito volumosas.

4 – Mamoplastia de aumento, prótese de silicone

A mais comum das cirurgias plásticas deve ser realizada a partir do término do desenvolvimento mamário, no fim da adolescência. A análise médica considera fatores como a estrutura do corpo da paciente, sua altura e largura do tórax, volume dos seios naturais, qualidade da pele e estilo de vida. Existem três vias para a colocação da prótese, sendo a mais comum através dos sulcos inframamários (por baixo das mamas). As outras opções se dão através das axilas ou pelas auréolas.

Os formatos das próteses de silicone variam conforme a preferência da paciente e a opinião do médico, podendo ser divididos em quatro categorias: moderado, alto, superalto e anatômico. O perfil mais procurado é o alto, de base média e com grande projeção para frente. Isso porque ele preenche o colo da mulher. Enquanto a prótese superalta, de base menor e maior projeção, é indicada em casos específicos de tórax estreito.

As próteses de perfil moderado e anatômico são muito pouco indicadas. O perfil moderado é redondo e achatado, aumenta os seios para os lados sem muita projeção para frente. Ele costuma ser procurado por mulheres que desejam acentuar as curvas da silhueta e que têm seios muito próximos.  Já o modelo anatômico, com formato de gota, possui projeção frontal menor e é recomendado para casos de reconstrução mamária após câncer de mama.

5 – Mastopexia com prótese

A mastopexia pode ser entendida, de forma simplificada, como o levantamento das mamas. Essa intervenção corrige mudanças ocorridas nas mamas decorrentes da genética, envelhecimento, gravidez e amamentação.  O ganho e a perda de peso, além das mudanças hormonais, igualmente podem interferir na simetria ou firmeza das mamas.

Há a necessidade de implante de próteses de silicone em casos de queda das mamas associada ao volume mamário insuficiente.

6 – Mamoplastia redutora

O bem-estar estético não ocorre somente com o aumento do tamanho das mamas, mas também pela sua redução. Trata-se da mamoplastia redutora, que é a remoção do tecido mamário em excesso. As mulheres que passam por esse tipo de cirurgia livram-se de problemas de saúde como dor nas costas e no pescoço e irritações cutâneas nas dobras abaixo das mamas. A assimetria das mamas também pode ser minimizada com a mamoplastia redutora. O resultado são seios mais firmes e uma qualidade de vida melhor para a mulher.

7 – Abdominoplastia

A flacidez da pele abdominal é um problema que incomoda muitas pessoas. No caso das mulheres, gestações múltiplas e a própria genética podem contribuir não só para a frouxidão como também para o depósito de gorduras e estrias na região abdominal, abaixo do umbigo. Até a perda de peso substancial pode contribuir para o desenvolvimento de flacidez de pele abdominal. Em função da pele não responder muito bem a uma dieta e à prática de exercícios, o abdômen pode assumir um tamanho desproporcional, problema corrigido pela abdominoplastia. Mais que retirar o excesso de pele, essa cirurgia reúne os músculos reto abdominais, eliminando a aparência de “dilatação” do abdômen.

8 – Miniabdominoplastia

Ao contrário da lipoaspiração, a abdominoplastia é uma cirurgia plástica que tem uma versão de menor porte reconhecida e autorizada pelo Conselho Federal de Medicina. A chamada miniabdominoplastia adota um procedimento semelhante à abdominoplastia tradicional, diferindo em dois aspectos: além de não “amarrar” a musculatura reto abdominal, essa cirurgia tem como principal objetivo eliminar o excesso de pele no abdômen da paciente. Portanto, um fator decisivo na indicação é a intensidade da flacidez de pele abdominal.

Por tratar um perfil de paciente muito específico, pessoas magras com ligeira flacidez, a miniabdominoplastia raramente é indicada. A lipoaspiração se mostra mais comum e capaz de trazer os mesmos resultados, uma vez que a pele da região lipoaspirada costuma responder com uma retração após a cirurgia. Cabe ao cirurgião plástico eleger o procedimento mais adequado para cada pessoa. E atenção: os cuidados e as exigências em relação à miniabdominoplastia são exatamente os mesmos da versão original da cirurgia.

Quesitos como hospital e anestesia não são reduzidos como o porte da cirurgia.

9 – Lipoaspiração

A lipoaspiração ou lipoplastia é um dos procedimentos mais comuns em cirurgia plástica e pode ser realizada em várias partes do corpo. Ela nada mais é do que a remoção do excesso de tecido adiposo. Com isso, o cirurgião plástico devolve o contorno corporal da paciente, criando uma aparência mais emagrecida. A cirurgia pode ser realizada isoladamente ou associada a outros procedimentos. É muito importante destacar que a lipoaspiração não é um tratamento eficaz para celulite ou obesidade. É possível aproveitar parte da gordura retirada e enxertá-la em alguma outra região do corpo, de forma a realçá-lo. Essa técnica é a chamada Lipoescultura. Também vale destacar que, após uma lipoaspiração, torna-se mais difícil engordar no local operado devido à retirada das células gordurosas.

 

Pergunta avaliação texto 9 cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil

 


9 cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil Atualizado em: julho 5th, 2017 por Dreamplastic



 

23
Deixe um comentário...

12 Comment threads
11 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
  Subscribe  
newest oldest
Notificar-me de

[…] As pessoas que realizam essa pesquisa tem como principal objetivo, o desejo de entender melhor quais são os procedimentos mais conhecidos, para que servem e qual deles podem atender da melhor forma à sua necessidade. Cada vez mais a lista das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil só cresce! […]

Lucimara Falcão

boa noite, gostaria de saber se existe idade maxima para cirurgia plastica, pois tenho 51 anos tenho seios muito grandes e atualmente isso vem me incomodando muito … ja fiz cirurgia de coluna cervical devido a hernia de disco, mas ainda sinto muitas dores , acredito q deva ser do peso excessivo das mamas… fora essas dores nas costas ombro e pescoço, tenho uma boa saude pois naõ fumo , não consumo bebida alcoolica e não sou hipertensa.

glenia

Tenho vontade de fazer abinoplastia. Para fazer avaliação custa quanto. ?

marlene julio trindade

Meu,grande desejo é diminuir minha barriga com uma abdominoplastia,mas estou criando coragem para fazer,acho que tenho que conversar com um médico para mais orientações.

Hérlen

Olá,sei que para passar valores somente passando por uma consulta,mais gostaria de saber com qual a forma de pagamento que vocês trabalham,já passei por duas cirurgias em 2009 com a Dra.Sabrina,mais hoje me interessa a lipoaspiração e a trocar o meu silicone,quero aumentar pois não estou satisfeita,
Grata
Hérlen

viviane alves

Rinoplastia apartir de quanto a consulta e cobrada e se for quanto é?

Franceli Cardoso Martins

Quero saber quais risco de lipospiracao

Andreia

Meu sonho é fazer abdominoplastia, e diminuir meus seio e a rodela do meu seios,

juliana

valor da cirugia reduzir a mama

Juliana

Gostaria muito de fazer abedoplastia .. Mais gostaria de saber quais são as forma de pagamento oq preciso fazer

Selma da silva Costa Barbosa

FIZ a abdominoplastia a 2 anos so que emagreci muito depois da cirurgia posso refazer como funciona

marcia mattioli

boa noite gostaria de saber o valor da mastopexia e o valor da perineoplastia obrigada

Responsável Técnico: Dr. Flávio Garcia, CRM-SP 104.850
Rua Vergueiro, 2949 – 14º andar – Vila Mariana

Dream Plastic® 2017 – Todos os direitos reservados – Clínica de Cirurgia Plástica em São Paulo